Vicente Neto

Opinião

EXISTE NATAL PODRE?

De algum tempo a esta parte venho notando alguns posicionamentos concernentes a época da quadra festiva e com alguma particularidade ao natal, denominando-a como podre (sem motivação, sem novidades, sem dinamismo e sem drena para muitos).
E com isso espevitam algumas questões… assim é podre porquê? Porque falta Bacalhau? Bolo rei? Miminhos de natal? Cabaz? ou Dinheiro para comprar presentes?
Seja qual for o motivo e buscando a essência do natal, o mesmo não se justifica nestes termos. E não se compadece em grande medida por auferirmos os elementos que acima aludi, porquanto, de nada vale se tivermos bens materiais e não tivermos Jesus Cristo no coração (que acaba sendo O Grande se não mesmo O Principal Fundamento para o natal), de nada valem os “bolos reis“, os bacalhaus, as gasosas e quaisquer outros miminhos se não tivermos ao nosso redor pessoas que com as quais possamos compartilhar; de nada vale termos muito dinheiro para comprar presentes e não gozarmos de boa saúde e podermos vivenciar activamente cada momento de forma frenética e moderadamente pacífica. De resto, acabamos verificando que temos dado uma atenção diferente ao natal e um conceito diverso daquele que de facto o caracteriza. Sendo assim, o natal que o consideramos podre, pode ser o mais especial se percebermos a sua essência… porque podre mesmo não é o natal e sim as práticas de cada um quando se mostram “violadoras“ e ofensivas ao clima festivo independentemente de termos ou não qualquer bem material.
Por isso, com ou sem dinheiro, vamos sim dar um alento melhor a quadra festiva, sendo solidários, fazendo as pazes com as pessoas, transmitindo positividade, expandir o amor, dar atenção especial a família, aos amigos e todos quanto for possível e acima de tudo efectivando a ideia de que o amanhã pode ser melhor do que o hoje… não importam as circunstâncias e sim a vontade de fazer diferença e ser diferente da realidade que estamos hoje inseridos. Afinal, grande parte do sucesso que o amanhã nos pode proporcionar depende grandemente das práticas que nos caraterizarem hoje.
Despertemos, chegou a nossa vez!
Festas Felizes e Próspero Ano Novo…
Vinetho!

Deixe seu comentario

Basta um gosto para juntar-se a milhões e obter o melhor conteúdo online

DART Creations