Autoridades de Benguela ameaçam com demolições

Residentes querem encontro com governador e acusam municipalidade de ser “uma cambada de ladrões”

A Administração de Benguela avisou que vai demolir casas de ‘’ocupantes ilegais’’ em reservas do Estado.

Os cidadãos de áreas abrangidas querem um encontro com o governador Rui Falcão acusando as autoridades de serem “ladrões”.

O jurista Gilson de Jesus, o Gabinete Jurídico da Administração Municipal de Benguela, avisou na Rádio Benguela que se a campanha de “sensibilização” falhar a única solução é demolir as habitações ilegais.

‘’Não há um outro meio coercivo, só mesmo a demolição”, disse afirmando que isso será feito “sem distinção de estrato social, de raça e qualidade social”.

Isso acontecerá a todos os habitantes ilegais “nas Salinas, Benguela Sul e Graça”.

Quem lá se encontra, indiferente a ameaças, reitera que a Administração de Benguela deixou de ser um interlocutor válido.

‘’Não falamos mais com a Administração, são todos uma cambadas de gatunos”, disse uma habitante da zona que acrescentou que os membros da administração são “promotores das ocupações”.

“São invasores, nós conhecemos as principais pessoas. Vamos explicar tudo ao senhor governador’’, dizem os munícipes.

Loading...
Input your search keywords and press Enter.

Com um gosto você fica por dentro de tudo