Dizem que o Kero vai aumentar os preços dos seus produtos que, verdade seja dita, já não são nada convidativos.
O Kero não é só uma das maiores superfícies comerciais que mais cresceu no país em pouco tempo, como também é um dos que praticam, incompreensivelmente, os preços mais Agressivos do mercado.
Muitos consumidores já questionaram as razões que levam esta cadeia de lojas a praticar os Altos Preços quando se sabe, à partida, que o grupo empresarial beneficiou sempre da compra de divisas no BNA para as suas importações. Enquanto os outros recorriam ao «informal» o Kero, à semelhança de um poucos «eleitos», teve sempre as portas escancaradas no banco central. Mas nem com isso, os preços praticados estão longe de serem simpáticos…
Apesar dos vários «gemidos» dos consumidores, as lojas tinham a rédea solta para praticar os preços que lhes dava ou dá na real gama, sob o olhar sereno e impávido dos fiscais do SIC, Inspecção do Ministério do Comércio, ou de instituições como o INADEC e AADIC.
A dor dos consumidores será maior se a isso juntarmos o facto que desde a sua abertura em Dezembro de 2010, os produtos do Kero não estarem a pagar imposto ao Estado, porque entravam em Angola através de um terminal do Porto de Luanda, denominado «Porto Militar, que é gerido pela Casa de Segurança da Presidência da República, segundo refere o Club-K.
Detido pelo grupo Zahra pertencente ao antigo trio presidencial (Manuel Vicente, Manuel Hélder Vieira Dias e Leopoldino Fragoso do Nascimento), o Kero beneficiou de favores do ex-Chefe de Estado, JES. Será que eles têm ou tinham alguma sensibilidade para com os problemas do povo?


Por: Ilídio Manel |Facebook


Loading...
Input your search keywords and press Enter.

Com um gosto você fica por dentro de tudo