Jornalista turco condenado por chamar ditador ao Presidente

O jornalista turco Husnu Mahalli foi condenado a dois anos e cinco meses de prisão, por insultar Tayyip Erdogan, o Presidente do país.

Husnu Mahalli foi detido em dezembro de 2016 depois de ter chamado o Presidente turco de ditador e de ter afirmado que a Turquia apoiava grupos terroristas na Síria. No entanto, acabou por ser libertado em janeiro de 2017.

Apesar de condenado a dois anos e cinco meses de prisão, o jornalista não será preso dado o tempo que já passou detido.

Para além disso, foi ainda condenado a um ano e oito meses de prisão, com pena suspensa, por insultar autoridades.

A tentativa de golpe militar, a 15 de julho de 2016, levou à detenção de milhares de pessoas, entre civis, jornalistas e militares, por parte das autoridades turcas.


Loading...
Input your search keywords and press Enter.

Com um gosto você fica por dentro de tudo