O crime bárbaro, que resultou na morte da pequena Maria Cândida, de 3 anos de idade, aconteceu no bairro Comandante Valódia, no município do Lubango, cerca da meia-noite da madrugada do dia 29 para 30.

Segundo o director do Gabinete de Comunicação do Comando Provincial da Huíla da PN, inspector-chefe Filipe Zilungo, o acusado está detido desde ontem e confessou a autoria do crime e apontou os ciúmes como razão.

“Por questões passionais, o suspeito agrediu fisicamente à sua esposa e a menor, sua enteada, causando-lhe a morte minutos depois”, conta, acrescentando que a denúncia foi feita pela própria mulher.

“Ao receber a denúncia do crime, os efectivos do SIC e da PN deslocaram-se até ao local do crime para fazer perícia e a remoção do cadáver… tão logo que o autor do crime tomou conhecimento de que a mulher fez a denúncia, meteu-se em fuga”, explicou o oficial, salientando que as forças da ordem e a investigação criminal começaram a fazer as diligências na zona, “e foi possível localizar e deter o presumível homicida”.

Filipe Zilungo fez saber ainda que o detido será presente hoje ao Ministério Publico (MP) para a legalização da prisão.

“Com todas as informações colhidas no local do delito e com o resultado da autópsia ficou confirmado as agressões na menor e na mulher. Por essa razão, o SIC entendeu remeter o processo ao MP para que o homem responda em tribunal”, concluiu.