MPLA em Benguela “torra” milhões com viagens

A Crise financeira que abala todos sectores do país parece não ter chegado ao comité provincial do MPLA. O partido no poder demostra ter bastante saúde financeira, suficiente para fazer das suas e gastar sem qualquer contenção. Ao contrario do que aconteceu com a generalidade das delegações provinciais ao VI congresso extraordinários, os membros da caravana de Benguela deslocaram-se a Luanda via aérea.

A comitiva chefiada pelo 1º secretário do comité provincial do MPLA, Rui Falcão, composta por cerca de 150 membros, não poupou recursos financeiros e fretou dois voos, sendo um da Sonair, companhia afecta à Sonangol e outro da Taag.

As razões para da opção de viajarem a Luanda via aérea são desconhecidas, mas fala-se que muitos membros da delegação estavam pouco disponíveis a deslocar-se por estradas, sob a justifica de que estrada Benguela –Luanda não está em boas condições, apresentando-se em alguns troços bastante esburacada e noutros sem mesmo asfalto.

Só com Taag, fala-se que o MPLA em Benguela teria gasto pouco mais de 5 milhões de kwanzas, sendo que cada passageiro teria custada aos cofres do partido no poder pouco mais de 70 mil kwanzas, isto em função da tarifa em vigor na companhia área nacional.


Loading...
Input your search keywords and press Enter.

Com um gosto você fica por dentro de tudo