Sessenta e cinco milhões de dólares foram investidos num projecto de relançamento da produção de algodão, tendo em vista o aprovisionamento da matéria-prima para reactivar a indústria têxtil do país.

Mas a iniciativa, que teve lugar na localidade da Quipela, província do Kwanza-Sul, contando com investimento público-privado, não surtiu efeitos positivos. As infra-estruturas e campos preparados foram abandonados por alegada dívida fiscal.