João Lourenço exonera Comandante-Geral da Polícia Nacional

O Presidente da República, João Lourenço, decretou hoje, terça-feira, a exoneração, a seu pedido, do Comissário-Chefe Alfredo Eduardo Manuel Mingas, do cargo de Comandante-Geral da Polícia Nacional, para o qual havia sido nomeado através do Decreto Presidencial nº 301/17, de 17 de Novembro.



Segundo uma nota da Casa Civil do Presidente da República, a que a Angop teve acesso hoje, foi igualmente exonerado o Comissário-Chefe Paulo Gaspar de Almeida, do cargo de 2º Comandante Geral da Polícia Nacional.

O documento também faz referência à exoneração do Comissário-Chefe António Pedro Joaquim Kandela, do cargo de Comandante da Polícia de Guarda Fronteiras da Polícia Nacional.

Noutro decreto, o Presidente da República nomeou o Comissário-Chefe Paulo Gaspar de Almeida para o cargo de Comandante-Geral da Polícia Nacional e o Comissário-Chefe António Pedro Joaquim Kandela para o cargo de 2º Comandante Geral da Polícia Nacional.

Por último, o Presidente da República determina, nos termos da Constituição da República de Angola e da lei que regula os Postos e Distintivos da Polícia Nacional, e depois de ouvido o Conselho de Segurança Nacional, a graduação ao Posto Policial de Comissário Geral do Comissário-Chefe Paulo Gaspar de Almeida, Comandante Geral da Polícia Nacional.

Loading...
Input your search keywords and press Enter.

Com um gosto você fica por dentro de tudo