Comandante-Geral da Polícia Nacional já está em casa

Pelas minhas fontes, o Comandante-Geral da Polícia Nacional, Alfredo Mingas (Panda), já está em casa, depois de ter sofrido ferimentos ligeiros no recente acidente que provocou dois mortos, contrariando discursos que terá sido evacuado para a África do Sul. Infelizmente, a nossa comunicação social quase não dá detalhes sobre o que aconteceu de facto e o desenrolar do caso. Nas redes sociais, há versões que indicam que o número um da tropa policial terá estado embriagado na altura do acidente e que terá conduzido em sentido proibido. O comunicado da Polícia contraria um pouco esta versão apontando a direcção que seguia o Mercedes de Panda – um carro pessoal que conduziu pela primeira vez (pelo que apurei). Sabe-se que a Polícia está a investigar o que terá passado. O que pude apurar é que se descarta a ideia de o mesmo ter estado embriagado, visto que não faz uso de álcool há mais de 5 anos. Mas levantam-se de facto várias perguntas: como um Comandante-Geral da Polícia Nacional vai estar assim tão vulnerável? Se não fosse um mero acidente, ou seja, se fosse um acidente arquitectado pelos seus “inimigos” – que certamente terá na Polícia, em virtude das mudanças que está e pretende fazer -, o Comandante-Geral podia ter sido “abatido”, com alguma facilidade? Onde estava o chefe da escolta? Basta que o chefe queira andar sozinho para dispensar a sua protecção? É também verdade que qualquer comandante é tão pessoa quanto nós, que merece ter a sua vida particular. No entanto, sob o ponto de vista de segurança, há erros graves à partida, que mostram vulnerabilidade para se atingir a integridade física de Panda. E isto não é bom sinal para nenhum angolano. Independentemente dos resultados da peritagem, não nos podemos esquecer de que qualquer pessoa está sujeita a ter um acidente de viação. De certeza que Panda não idealizou o acidente! Mas também pode ter alguma culpa pela velocidade que eventualmente levava, e sendo um homem da Polícia, que regula o Trânsito, tem de ser um exemplo. É também verdade que Panda é tão humano quanto nós. Por outro lado, o resultado da peritagem pode ser também um canal para os seus detractores na Polícia fazerem alguma “vingança”. Aconselho os bajuladores e aproveitadores do regime a aguardarem pela decisão do Comandante-em-Chefe.

Carlos Alberto
27.07.2018

Loading...
Input your search keywords and press Enter.

Com um gosto você fica por dentro de tudo