Cabritismo na Banda de Música da Presidencia da República

Maus tratos, corrupção por parte de alguns generais ligadas a Banda de Música da Casa de Segurança do Presidente da República, alteração nas folhas de salários como forma de subtrair dinheiro para benefício próprio, são dentre outras práticas denunciadas pelos integrantes da banda de música da Casa de Segurança do Presidente da República.

Considerada como uma das melhores bandas de África, com início das suas actividades em Maio de 2004, até a data presente, os músicos dizem  ter cumprido com toda a honra os seus deveres, isto é, todas actividades no âmbito da recepção dos presidentes visitantes,desde os Africanos, Europeus, Sul americanos e Asiáticos, etc.

Os mesmos que têm como uma das responsabilidades tocar o Hino Nacional de Angola e dos países dos presidentes que têm visitado o nosso país, tarefa que dizem desempenhar com perfeição, honra, defendendo e dignificando as cores da nossa bandeira, dizem sentir-se injustiçados, e lamentam que pessoas bem identificadas ligadas àquele organismo da da Casa de Segurança da Presidencia da República, muitos deles com altas patentes das forças armadas (FAA) com evidências de práticas desviantes, continuem a exercer cargos de chefia na banda prejudicando a vida dos integrantes.

Segundo uma denúncia chegada a redação do Correio da Kianda, Todos os bens e meios distribuídos pela Casa de Segurança do Presidente da República, como prémios, habitação e transporte durante este todo tempo que estão em serviço nunca chegou à posse destes, o salário proveniente dos Quadros do Pessoal da Casa de Segurança, não é o mesmo que se recebe porque as folhas do salário são alterados pelos chefes deste organismo.

Os mesmos, inserem, por sua vez, valores muito baixos, subtraindo o resto para o benefício próprio.

O pagamento que ainda é feito na tesouraria, são pagos à mão o que tem facilitado a corrupção por parte das chefias militares da banda musical.

Os vários integrantes da banda, muitos deles vivem em casas de renda, em zonas de alto risco e sem segurança, e como consequência muitos destes já foram assaltados, inclusive um dos mesmos terá sido baleado pelos marginais na sua residência.

As condições de trabalho que lá se verifica segundo relatam, são lastimáveis, os membros deste órgão, têm uma única caserna para 100 músicos.

Os ensaios são feitos num campo desportivo aberto e em pleno sol, submetidos a sérios problemas de visão, pela qual alguns músicos, de quando em vez, buscam refúgio por debaixo das árvores para continuarem com os seus ensaios.

Para os chefes deste órgão, segundo os músicos, não é dos seus interesses ver as condições sociais e de trabalho destes trabalhadores melhorados por ganância e capricho pessoal.

São 14 anos de Serviço, em que estes trabalhadores se sentem injustiçados, roubados e sem um salário condigno para poderem se organizar socialmente, pelo que pedem urgentemente uma intervenção de João Lourenço-Presidente da República.

Num baixo assinado, os integrantes da banda da música Presidencial descrevem o Tenente-General Ernesto Simão (Ex-Secretário Geral da Casa de Segurança)

Major Pedro Lussati (funcionário da secção das finanças para a banda de música), é acusado de ficar mensalmente com 11 milhões de Kwanzas do orçamento dos salário dos músicos.

Tenente Coronel Silva Sabonete (Comandante da Guarda de Honra), Paulo Mayete (Director da Banda de Música), Raimundo Nkuansambo (Diretor-adjunto e Regente da Banda) e Capitão Perreira Canivete (Financeiro da Guarda de Honra), são acusados como os senhores que não aceitam que os salários sejam todos bancarizados porque partilham o dinheiro dos presentes músicos, dos músicos desistentes e dos já falecidos.

Os signatários da denúncia pedem que se reponha a ordem neste órgão, e clamam por parte dos funcionários da Banda de Música Presidencial, que os indivíduos acima citados respondam na Justiça pelos males cometidos.

O Correio da Kianda tentou sem sucesso ouvir a versão dos acusados. Mas, este é um assunto que o correio da Kianda promente acompanhar e trazer mais elementos nos proximos dias.


Fonte: Correio da Kianda


Baixa aqui as folhas de salarios em causa 

Reprodutor de vídeo

Loading...
Input your search keywords and press Enter.

Com um gosto você fica por dentro de tudo