JES contra candidato único a liderança do MPLA

José Eduardo dos Santos mostrou-se, a margem da ultima reunião do Bureau Político, favorável a realização de um  congresso extraordinário com múltiplas candidaturas para disputa da liderança do MPLA, em Setembro próximo.  A  sua manifesta vontade  foi objectada por uma corrente oposta  que antecipou-se em  aprovar a candidatura de João Manuel Gonçalves Lourenço, como candidato único.

Fonte: Club-k.net

Lourencistas anteciparam-se aprovar candidatura única 

Segundo pesquisas, a  objeção consumada, não é alheia, há uma vaga de rumores, aludindo que a ideia de congresso de múltiplas candidaturas foi colocada de lado, na sequencia de um acerto, em que concordou-se que doravante,  os filhos de JES deixarão de ser perturbados com problemas judiciais.

Embora JES não tenha mostrado preferência sobre  quem desejaria para disputar a liderança do partido, é consabido  que uma corrente interna,  de quadros da linha de Dino Matross, veem desde algum tempo fazer apologia a uma eventual candidatura de Fernando da Piedade Dias dos Santos “ Nandó”, para que  pudesse disputar a Presidência da partido com João Lourenço, e ao mesmo tempo passar para o “exterior” uma mensagem de democratização interna.

Dentre os membros do Bureau Politico do MPLA, Fernando da Piedade Dias dos Santos “Nandó”, é  o dirigente do regime que mais perto esteve da linha de sucessão de José Eduardo dos Santos, na Presidência da República, tendo ficado para trás por razões nunca esclarecidas. Diz-se que a decisão de não haver múltiplas candidaturas o terá abalado. Dois dias depois deu baixa no hospital militar de Luanda, com problemas da cariz cardíaco.

Loading...
Input your search keywords and press Enter.

Com um gosto você fica por dentro de tudo