Governador aponta investimento privado chave contra desemprego

O governador provincial de Benguela, Rui Falcão, defendeu hoje, terça-feira, a necessidade de mais investimentos privados como forma de combater a taxa de desemprego gritante que afecta actualmente a população nesta circunscrição territorial do país.

Falando durante o acto provincial comemorativo ao Dia Internacional do Trabalhador, que hoje se assinala em todo o mundo, Rui Falcão afirmou que, diante do défice “muito grande de desemprego em Benguela”, urge incentivar cada vez mais o empresariado privado a investir na província.

Na sua óptica, só com investimento privado dever-se-á resolver o problema do desemprego e desta forma será possível melhorar substancialmente a qualidade de vida das famílias.

O governante sublinhou o esforço que todos têm de fazer para a satisfação das necessidades da população local em matéria de geração de mais postos de trabalho, o que permitirá no longo e médio prazo melhorar de modo substancial o quadro social e económico de Benguela.

Segundo o governador, “há muito por fazer” e Benguela tem uma capacidade inata de transformar a si própria como, aliás, já o demonstrou no passado.

Por outro lado, ressaltou ser preciso todos continuarem unidos e a trabalhar na contínua simplificação dos actos administrativos para combater de uma vez por todas a corrupção.

“É preciso que cada trabalhador dê o máximo de si próprio não só em prol da sua família como da província e do país, em geral”, salientou, lançando um repto a todos os trabalhadores angolanos no sentido de continuarem unidos para enfrentar as actuais dificuldades.

Já o presidente da União dos Sindicatos de Benguela, José Joaquim Laurindo, ao ler a declaração da União Nacional dos Trabalhadores Angolanos, denunciou os constantes e gravosos obstáculos ao exercício da liberdade sindical, que se traduzem em despedimentos, transferências forçadas e detenções ilegais de dirigentes sindicais.

Diante da permanente e preocupante degradação da vida social e económica dos trabalhadores, as centrais exigem medidas como efectivar o diálogo e concertação, com o envolvimento tripartido de Governo, empregadores e sindicatos, segundo José Joaquim Laurindo.

Adiantou que é ainda preciso pôr cobro aos actos de intimidação dos trabalhadores e sindicalistas no respeito pelas garantias legais da protecção do exercício do direito e liberdade sindical.

Defendeu de igual forma a igualdade no tratamento aos trabalhadores nacionais e expatriados em matéria de remuneração e condições laborais, assim como melhoria do funcionamento da inspecção-geral do trabalho.

Para ele, exige-se, por um lado, melhor controlo dos mecanismos de descontos aos trabalhadores para o Sistema de Segurança Social realizados pelos empregadores e, por outro lado, eficácia nessa mesma instituição para uma aplicação justa dos subsídios, sobretudo na reforma onde a burocracia prejudica os idosos.

O desfile do 1º de Maio, em que participaram os mais diversos sindicatos por ramos de actividades em representação dos municípios de Benguela, Lobito, Catumbela e Baía-Farta, no litoral da província, ficou marcado com o tradicional sorteio de bens de primeira necessidade aos trabalhadores.

Já no município da Ganda (Benguela), os trabalhadores filiados na união dos sindicatos dos três ramos de actividades exigiram do governo a promoção da revisão da actual lei geral do trabalho para adequá-la aos princípios constitucionais.

A exigência expressa na declaração lida no final da marcha de trabalhadores pelo secretário da União dos Sindicatos da Ganda, Emílio Bome, ressalta a necessidade da actualização dos valores de prestação sociais em vigor e implementar assistência na doença comum e no desemprego estrutural.

O combate à corrupção, melhorar funcionamento da inspeção de trabalho, salas de tribunais face as inúmeras violações impunes dos empregadores as normas de contracção e manutenção do emprego, são dentre vários aspectos realçado na declaração que ainda repudia o despedimento massivos de trabalhadores e exigem criação de um código de processo de trabalho.

Loading...
Input your search keywords and press Enter.

Com um gosto você fica por dentro de tudo