Governador de Benguela responsabiliza gestores pela degradação de infra-estrutura

 O governador provincial de Benguela, Rui Falcão, responsabilizou os gestores desportivos pela degradação das infra-estruturas construídas no âmbito do Afrobasket em 2007 e do CAN de Futebol em 2010.



O responsável falava quarta-feira, no final do Fórum sobre “Dirigismo Desportivo”, orientado pelo antigo presidente da FAF, Armando Machado, numa iniciativa da associação dos estudantes do ensino superior em colaboração com Instituto superior Jean Piaget de Benguela.

Na ocasião, o governador lamentou o estado da degradação do pavilhão Acácias Rubras e a gestão do estádio nacional de Ombaka, afirmando que esta situação tem a ver com as pessoas que estão a dirigir estas instalações, “os incompetentes”.

“Não podemos entregar as instalações desportivas a quem nem sequer sabe o que é uma instalação desportiva”, disse o governante explicando que o estado tem a obrigação de realizar políticas de iniciação desportiva e o governo provincial de aplica-las.

Rui Falcão disse que, até ao ano de 1990 o desporto atingiu um patamar importante e tornou-se numa forma de catapultar pessoas para outras funções, estando elas ao serviço do desporto e não se servindo dela.

Referiu que, a alta competição deve ser feita com as associações desportivas com poder de lá estar e haverá mais benemérito a servir o desporto quanto mais desenvolvimento económico se tiver.

Participaram do encontro que abordou sobre como se dirigir um clube, uma associação, uma federação, entre outros, representantes de clubes e dirigentes desportivos, técnicos de futebol, amantes do desporto, estudantes do ensino superior e médio e académicos.

Loading...
Input your search keywords and press Enter.

Com um gosto você fica por dentro de tudo