Agostinho Tramagal “banido” do futebol por um ano

O técnico principal do 1º de Maio de Benguela, Agostinho Tramagal, foi suspenso pelo Conselho de Disciplina da Federação Angolana de Futebol (FAF) por um ano e multa em kwanzas equivalente a USD 5.000.00 (cinco mil dólares), em atenção a taxa cambial do Banco Comercial em que efectuar o pagamento.

O comunicado da FAFa que a Angop teve acesso neste sábado (31), em Luanda, não especifica em que circunstâncias é aplicada a sanção ao profissional do treinamento.

O documento informa ainda a suspensão do vice-presidente do órgão reitor do desporto “rei” no país, Adão Manuel da Costa, por 15 dias, acrescida de uma multa em kwanzas equivalente a USD 750, por atraso, sem justificação, a uma notificação para esclarecimento em um processo disciplinar.

O castigo a um dos conceituados treinadores de Angola surge na sequência de alegado comportamento menos correto no jogo da 5ª jornada em que o 1º de Maio deslocou-se ao reduto do Desportivo da Huíla (0-0), no dia 9 deste mês.

Na ocasião, Agostinho Tramagal foi expulso pelo árbitro do encontro António Caxala.

O também fisioterapeuta, de 52 anos de idade, leva já duas épocas na formação de Benguela. Tem como adjuntos, António Loyo, António Brandão e Paulo Jorge, este último como treinador dos guarda-redes.

O técnico suspenso já orientou equipas da II divisão, designadamente, o Independente do Tômbwa (1992), Chicoil do Cuando Cubango (1997 e 1998) e Académica do Lobito (2010).

No Girabola comandou o Independente do Tômbwa, Atlético do Namibe, Petro do Huambo, Sagrada Esperança, Desportivo da Huíla, Benfica de Luanda, Académica do Lobito, Académica do Soyo e actualmente o 1º de Maio, depois de já lá ter estado em 2005 e 2006.

Os proletários ocupam a 14ª posição do Girabola2018 com cinco pontos. Nesta 8ª jornada defrontam em casa o Cuando Cubango FC, já com o técnico principal a cumprir o primeiro dos 360 dias de castigo.

Loading...
Input your search keywords and press Enter.

Com um gosto você fica por dentro de tudo