Empresa de Águas desmente informações sobre viagem milionária de Jaime Alberto ao Brasil

O Conselho de Administração da Empresa de Águas diz que não corresponde a verdade que o seu presidente Jaime Alberto foi ao Brasil à férias e levado consigo 10 milhões de Kwanzas. Numa nota chegada a nossa redacção, a direcção da Empresa de Águas esclarece que a deslocação do Presidente do Conselho de Administração à República Federativa do Brasil, na companhia do director técnico da empresa, Sr. Faustino Frederico, decorre de uma orientação dos Ministério da Energia e Águas e do Ambiente da República de Angola para que Benguela, tal como outras empresas do sector do país (EPAL-Luanda, EASU-Uíge, Águas do Huambo, do Bengo, da Lunda Sul, do Cunene, o GAMEK e o IRSEA), participassem do 8º Fórum Mundial da Água que decorre de 18 a 23 de Março naquela cidade do Brasil.

Relativamente ao atraso salarial de três meses, a empresa diz na nota que não corresponde a verdade. Neste momento, acrescenta a nota, a EASB-EP, não tem salários em atraso, uma vez que mais de 70% dos trabalhadores já viram liquidados o mês de Fevereiro com recurso as receitas das cobranças, faltando apenas os que recebem nos Bancos Atlântico Millennium e BFA. Logo, a informação de que se deve 3 meses de salários é extremamente tendenciosa.

Eis o direito de resposta na integra:

 

Publicou, o Pérola das Acácias, no dia 21 Março 2018, uma estranha informação referente a Empresa de Águas e Saneamento de Benguela- EP, sobre a viagem à Brasília do seu Presidente do Conselho de Administração, Eng. Jaime Alberto, sem contudo ter observado os procedimentos básicos do cruzamento da veracidade dos factos como ditam os manuais de jornalismo e da ética profissional, com o título: “Gestor Público leva perto de 10 Milhões de Kz de férias de férias para o Brasil…”.

Para preservar o bom nome da instituição e do seu gestor, porque tal informação provém de pessoas alcoviteiras desprovidas de responsabilidade e sentido profissional, somos a esclarecer o seguinte:

  • O PCA da EASB-EP, Eng. Jaime Alberto, não está de férias como foi erroneamente induzida. E as ajudas de custos estabelecidas por Lei, não atingem este exagerado valor.
  • A sua deslocação à Brasília, na companhia do director técnico da empresa, Sr. Faustino Frederico, decorre de uma orientação dos Ministério da Energia e Águas e do Ambiente da República de Angola para que Benguela, tal como outras empresas do sector do país (EPAL-Luanda, EASU-Uíge, Águas do Huambo, do Bengo, da Lunda Sul, do Cunene, o GAMEK e o IRSEA), participassem do 8º Fórum Mundial da Água que decorre de 18 a 23 de Março naquela cidade do Brasil.
  • O Fórum Mundial da Água, é um evento único de dimensão internacional que se realiza de três em três anos, mobilizando empresas do sector e parceiros, para promover compromissos políticos e desencadear acções em questões críticas de água em todos os níveis, para facilitar a conservação, protecção, desenvolvimento, planificação e uso eficiente da água de forma sustentável para o benefício de toda vida na Terra.
  • O Fórum busca consensos e boas práticas que contribuam para a definição de Políticas de Estado consentâneas a preservação do ambiente, troca de experiencias técnicas sobre a racionalização da água e consciencialização da sociedade.
  • Neste momento, a EASB-EP, não tem salários em atraso, uma vez que mais de 70% dos trabalhadores já viram liquidados o mês de Fevereiro com recurso as receitas das cobranças, faltando apenas os que recebem nos Bancos Atlântico Millennium e BFA. Logo, a informação de que se deve 3 meses de salários é extremamente tendenciosa.
  • Lamentamos que o Pérola das Acácias não tenha contactado a direcção da empresa para a recolha de melhores dados que ajudassem a veicular uma informação séria, ética e descomprometida com pessoas mal intencionadas que a todo custo querem afundar a nossa imagem para colher dividendos.
  • O Conselho de Administração da EASB-EP, reserva-se ao direito de tomar medidas disciplinares internas e judiciais sobre as pessoas que fomentaram esta intriga na vã tentativa de denegrir o esforço de um colectivo que dia e noite, trabalha para manter operacional o objecto social da empresa.

  • Remetemos em anexo, comprovativos das devidas autorizações de Suas Excelências o Ministro da Energia e Águas, Eng. João Baptista Borges e do Governador de Benguela, Dr. Rui Falcão Pinto de Andrade.



oficio 001

http://peroladasacacias.net/wp-content/uploads/2018/03/oficio-001.pdf

 

Loading...
Input your search keywords and press Enter.

Com um gosto você fica por dentro de tudo