Justiça turca condena seis jornalistas a prisão perpétua

A justiça turca condenou esta sexta-feira a prisão perpétua seis jornalistas acusados de envolvimento numa alegada tentativa de golpe de Estado no país, em 2016, noticiou a agência estatal turca Anadolu.

Entre os seis condenados contam-se três jornalistas de renome na Turquia: Ahmet Altan, o antigo editor-executivo do jornal Taraf, o seu irmão, o jornalista e académico Mehmet Altan, e o jornalista Nazli Ilicak.

Todos foram acusados de ligações ao clérigo muçulmano baseado nos Estados Unidos Fethullah Gulen, que a Turquia culpa pelo alegado golpe falhado de 15 de julho de 2016. Gulen nega esta acusação.

Os jornalistas foram acusados de atentar contra a Constituição turca e de pertencerem a uma organização terrorista.

Loading...
Input your search keywords and press Enter.

Com um gosto você fica por dentro de tudo