Irmã de João Lourenço faz cair embaixador de Angola em França

A exoneração do até pouco tempo embaixador em paris, Miguel Costa esta a ser associada, conforme rumores, em meios diplomáticos, em Luanda, a seguimento de desinteligências que travou com a diplomata Edith do Sacramento Lourenço Catraio, irmã do Presidente João Lourenço.

Fonte: Club-k.net

Segundo explicações, Edith Lourenço Catraio, havia sido nomeada como ministra conselheira em paris mas posta naquela lá teve de abandonar o posto, em curto período de tempo devido a divergências com o embaixador Miguel Costa. Ambos estavam com visões opostas quanto as condições de acomodação para com a nova diplomata. No seguimento de falta de consenso gerou um mau clima e Edith Catraio optou por regressar para Luanda aguardando por outra colocação.

Paralelamente, num gesto entendido como destinado a agradar o futuro Presidente João Lourenço, o então ministro das relações exteriores, havia, em meados de 2017, promovido, a senhora ao grau de embaixadora de carreira.

Desde então, foram alimentando rumores em meios do ministério de que os dias do embaixador Miguel Costa estaria contados por conta da divergência que teve com a irmã do Presidente da República.

A situação de Miguel Costa, segundo ainda, os mesmos rumores terão se agravado depois de ter entrado em desacordo/ desentendimento com o novo ministro Manuel Augusto. Este, chegou a sugerir-lhe a regressar a TAAG, onde Miguel Costa trabalhou como director geral antes de ser lançado para a diplomacia.

 

Loading...
Input your search keywords and press Enter.

Com um gosto você fica por dentro de tudo