Cidadão simula rapto para enganar a esposa

A informação do rapto do cidadão Bernardo Panzo Diambo, denunciado pela esposa e publicado pela Angola-Online, não passou duma simulação. O cidadão estava próximo de casa durante os dias desaparecido.
A Polícia Nacional esclareceu hoje, o suposto desaparecimento de Bernardo Panzo Diambo, que na passada segunda-feira, enviou uma mensagem a mulher alegando o táxi em que seguia estava ser desviado, e ficou quase a semana toda com o telemóvel desligado.Tratou-se de uma simulação do cidadão em causa, porque segundo a polícia, estava perto de casa e não apresenta sinais de tortura.“O telefone do cidadão esteve ligado pela última vez após o suposto rapto, quando se procurou localizá-lo (via internet), posteriormente, ao suposto rapto, o telemóvel indicava que estava situado há 100/200 metros da sua residência, e pelas incongruências das suas declarações”, esclarece a polícia.

A polícia esclareceu igualmente, a informação do desaparecimento de Edson do Amaral Gourgel, residente no Kilamba, que ficou dois dias fora de casa em convívio com amigos, sem dar a conhecer a família.

Loading...
Input your search keywords and press Enter.

Com um gosto você fica por dentro de tudo