Procuradoria Geral da República em greve a partir de segunda-feira

O sindicato dos funcionários da Procuradoria Geral da República (PGR) convocou uma greve para segunda-feira (29) por três semanas para exigir melhores condições, mas o Ministério Público diz-se surpreendido.

Segundo o presidente de mesa da assembleia geral do sindicato dos funcionários da PGR, Lourenço Domingos, citado pela Rádio Nacional de Angola (RNA) , os membros concordaram em iniciar a greve no dia 29 para reclamar pela não aprovação de diplomas legais sobre remunerações, reconversões e promoções.

Adiantou que os associados contestam o facto de a entidade patronal não ter aprovado, nem feito publicar em Diário da República as exigências contidas no seu caderno reivindicativo.

O director do gabinete de imprensa da PGR, Gilberto Mizalaque, informou que os contactos para solucionar as reivindicações dos técnicos administrativos e funcionários estavam no caminho certo.

Informou estar em curso acções junto dos ministérios da Justiça e Direitos Humanos, da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social e das Finanças para que o pacote legislativo proposto para a melhoria das condições dos funcionários da PGR ganhe celeridade no processo de aprovação.

Gilberto Mizalaque diz ser necessário analisar o impacto financeiro e a conformação das normas propostas com os princípios gerais da função pública.

Manifestou permanente abertura da direcção da PGR para contactos directos com o sindicato e apela ao bom senso por considerar não haver necessidade de grave.

Fontes do Ministério Público dão como provável a realização de um encontro ainda hoje entre o Procurador-geral da República, Hélder Pita Grós, com o sindicato.

Loading...
Input your search keywords and press Enter.

Com um gosto você fica por dentro de tudo