2017 acaba de sucumbir. Foi um ano em que quase todos “beijaram o fundo poço”, ainda assim, a vida da província não parou. Muitos deram sinais de luta e conseguiram com criatividade suplantar à crise e com suas batalhas e conquistas, amplificaram a luta para o bem-estar comum, outros nem tanto, foram um sinal de recuo.

Em 2017, cuja uma das palavras mais pronunciadas foi a crise, a governação hibernou, os Partidos políticos, principalmente da oposição voltaram a ver navios e não conseguiram “desferir” o tão sonhado golpe de misericórdia ao Maioritário. O MPLA regenerou-se da crise interna. Mas não conseguiu aplicar a chapa cinco. A economia da província continua nos cuidados intensivos. Os empresários foram engolidos pela falta de divisas. Os que viviam das ordens de saque sucumbiram, o governo deixou de pagar às dividas. A falência foi o destino de muitos. Não houve credito que pudesse salva-los. Os bancos fecharam-se. Não houve empréstimo para quase ninguém. O sector cultural continua em estado de convalescença. Faltou tudo. Os seus fazedores foram assumidos pela crise. A sociedade civil foi engolida. Os poucos que surgiram soaram pouco. Quase ninguém os ouviu. O desporto continua em carreto dezoito. Pouco foi feito. O 1º de Maio foi o único que remou contramaré, apesar das dividas. Os proletários estão financeiramente no fundo poço.

É nesse cenário que somos desafiados a escolher os melhores e piores do ano. É no refazer dos fatos e episódios que extraímos deles algum sentido para o que foi 2017. Não foi uma tarefa fácil, buscamos respostas junto dos leitores e colaboradores. As agulhas foram encontradas num mar de problemas. Diferentes das duas primeiras edições, este ano reduzimos o número de categorias. Tentamos ao máximo ir ao fundo, mas temos consciência que nossas preferências em alguns casos estarão em contramão com as preferências de muitos. Não se consegue agradar Gregos e Troianos. Assumimos o risco dos questionamentos.

A seleção do Pérola das Acácias seguiu um critério fundamental: quem foram os personagens que abalaram nossa província? Que nos surpreenderam? Que nos fizeram abrir mais uma na mesa do bar para levar a discussão adiante?

Nas próximas horas divulgaremos, um por um os piores e melhores. Afinal quem são?!!

Loading...
Input your search keywords and press Enter.

Com um gosto você fica por dentro de tudo