Os telespectadores que, na sexta-feira, 06, acompanharam o noticiário da noite da TV Zimbo terão ficado, no mínimo, entorpecidos com as imagens da degradação do maior hospital da Huíla.
Segundo um dos responsáveis do Hospital Agostinho Neto no Lubando, há infiltrações de água na cave do edifício de 7 pisos, e as paredes de alguns pisos estão a cair de podre. Disse que em resultado da degradação das infraestruturas, o bloco operatório foi encerrado e transferido para outro local, mas sem as devidas condições de assepsia.
Na presença do governador da Huíla, o novo director do hospital traçou um «diagnóstico» dramático do hospital central do Lubango, ao ponto de Ameaçar o seu encerramento dentro de 1 ano caso não sejam tomadas as medidas para a sua reabilitação.
Depois de escutar as lamúrias do responsável máximo da Saúde, Marcelino Tyipinge, que está no cargo no governador desde 2009, tomou a palavra, e com a maior «cara de pau» deste mundo, deu uma de que desconhecia a situação calamitosa que mergulhou o hospital…
Não é crível que durante os anos à frente dos destinos da Huíla, M. Tyipinge não tivesse sido informado do péssimo do «estado de saúde» do hospital . Não sei se, com o seu gesto, quis encobrir a gestão ruinosa levada a cabo durante anos pelo antigo director provincial da Saúde, Altino Chantal Matias, com o qual Tyipinge mantém relações de afinidade (cunhado).
Creio que a situação chegou onde chegou, porque os recursos financeiros que tinham sido alocados para a reabilitação do hospital terão sido descaminhados para outros fins, no âmbito de uma gestão supostamente capciosa entre o antigo director da Saúde a empresa brasileira Premium que geria o dinheiro das unidades de saúde.
Por incrível que possa parecer, não obstante os laivos de má gestão deixados na Huíla, o ex-director da Saúde foi há escassos meses elevado ao cargo de secretário de Estado da Saúde para a área Hospitalar. Depois de mais este episódio de promoção da má gestão e da incompetência, não tenho dúvidas de que o «Angola está mesmo a subir», agora «ESPACIALMENTE» …

Loading...
Input your search keywords and press Enter.

Com um gosto você fica por dentro de tudo