O fim da exclusividade da Bromangol na realização de análises laboratoriais de alimentos não está a reflectir-se positivamente nos preços dos produtos alimentares, como se esperava e propagavam comerciantes e importadores.

Mais de um mês depois do “divórcio”, os preços da maioria dos produtos importados mantêm-se, havendo mesmo casos de alguns estarem mais caros, apesar de já não pagarem valores altos, como alegavam os importadores, para a realização das análises laboratoriais.

A ronda feita por este semanário em alguns estabelecimentos comerciais constatou que quase tudo continua na mesma, apesar das expectativas geradas aquando do rompimento do contrato entre o Estado e a Bromangol.