A notícia, assim como ela acontece

Luvualo de Carvalho: novo porta-voz do Comité Central do MPLA

Na reunião do secretariado do Bureau Político (BP) do MPLA, realizada segunda-feira última, saíram importantes decisões que implicarão significativos ajustes e reajustes na estrutura do órgão de cúpula da organização política dos “camaradas”, confirmando-se que está tudo a ser desenhado à medida dos interesses do líder, José Eduardo dos Santos.

Para começo de conversa, um fato à medida é o de Carlos Feijó que assumirá a pasta de secretário para a Reforma do Estado. Segue-se Norberto Garcia indicado para secretário de Informação, um pelouro que antes era de Mário António. Este passa a ser o secretário para a esfera Social, uma função até aqui inexistente. Enquanto isso está a ser estudada uma área para a acomodação de Luísa Damião.

Com a extinção do Grecima e o seu afastamento do quadro de assistentes do novo Presidente da República, todo o mundo questionava sobre o destino que seria dado a António Luvualo de Carvalho. Pois aí está: o empenhadíssimo ex-embaixador itinerante será doravante o porta-voz do Comité Central (CC), outra função que não existia.

Noutras mudanças de vulto, Diógenes de Oliveira assumirá a pasta de secretário para a Esfera económica, enquanto Ferreira Pinto, que chefiava a Comissão de Disciplina e Auditoria, será substituído por Ana Paula Inglês, antiga “vice” da Educação.

Há fortes corredores para que Salomão Xirimbimbi seja substituído por nada mais nada menos que João Pinto, uma escolha pessoal de José Eduardo dos Santos, que também estará seriamente tentado a fazer da “filha política” Tchizé dos Santos lugar-tenente de Salomão Xirimbimbi, isto é, vice-presidente do Grupo Parlamentar do MPLA.

O antigo presidente da Federação Angolana de Futebol Pedro Neto irá entretanto para secretário do BP para os Veteranos e Antigos Combatentes da Pátria.

Detalhe importante nestes reajustes é em relação a Mário António. Um expediente que José Eduardo dos Santos, pelos vistos, tem usado sempre que pretende atingir João Lourenço é mexer em Mário António. Ele e o actual Presidente da República cultivam uma sólida amizade forjada desde os tempos em que ambos passaram pela Direcção Política Nacional das FAPLA.

Atente-se para o histórico. Quando João Lourenço foi para governador de Benguela, quem o substituiu na DPN das FAPLA foi exactamente Mário António. MA foi depois adjunto de JL na sede do partido. Quando JL subiu para SG, MA substituiu-o como secretário para a Informação. Na última campanha eleitoral, MA coadjuvou JL.

FONTE: CORREIO ANGOLENSE

você pode gostar também
Loading...

Com um gosto você fica por dentro de tudo