A crise financeira parece ter chegado em grande à LS – Republicano. Este ano a empresa de Nino Republicano desistiu em realizar o tradicional baile de fim de ano “Réveillon das Estrelas”, na cidade do Lobito.

A festa que era uma das mais das badaladas da província de Benguela, tinha o patrocínio do empresário Bento Kangamba.  Segundo informações que têm sido veiculadas por alguns órgãos de comunicação social do país e além-fronteira, o “famoso empresário da juventude” não goza de boa saúde financeira.

Há relatos de Bento Kangamba está supostamente mergulhado em divida com terceiros, cujo rosto mais visível são os atletas da equipa de futebol sénior do Kabuscorp do Palanca estarem há vários meses sem ordenados. O jornal dos Desportos avançou recentemente uma notícia, segunda a qual o clube do Palanca tem divida com atletas que tudo fazem para verem e ouvirem as emissões da radio Católica na Diocese de Benguela.

Ao longo dos tempos em que se “brinca com dinheiro”, o Réveillon das Estrelas era um dos maiores pontos de atração de quem vem a Benguela para celebrar a passagem de ano. Na edição passada, a LS-Republicana havia trago os melhores músicos da actualidade, principalmente, os cantores que têm a sua imagem sob gestão dos membros do antigo presidente da República.

O dinheiro está, “ao que tudo indica”, a chegar ao fim. Como tirar não é por, nesses últimos dias, a LS – Republicano       vai experimentando dificuldades financeiras, é só olhar para o volume dos eventos realizados este ano em relação a 2016. Nota-se um claro declínio.

Loading...
Input your search keywords and press Enter.

Com um gosto você fica por dentro de tudo