Falcão reafirma combate à corrupção no governo de Benguela

O governador provincial de Benguela, Rui Falcão, assegurou na última (quinta-feira) ao apóstolo Jorge Tadeu, líder da Igreja Maná no Mundo, o firme compromisso do governo angolano em relação ao combate à corrupção, catapultando assim o país para o desenvolvimento.

Benguela: Governador Rui Falcão durante audiência com apóstolo Jorge Tadeu – líder da Igreja Maná no Mundo

Foto: Rosário Miranda

Falando num encontro com o líder e apóstolo da Igreja Maná no Mundo, o governador Rui Falcão referiu que o governo está a criar condições para responsabilizar aqueles que usurpam os recursos públicos.

“Hoje, há muito mais dificuldade de roubar do que havia há cinco anos”, sublinhou, mostrando-se convicto de que muita coisa há-de mudar nos próximos tempos, tendo em conta as medidas levadas a cabo pelo governo liderado pelo Presidente da República, João Lourenço.

“Vamos entrar dentro de poucos dias no prazo limite de início de combate verdadeiro à corrupção”, disse, anunciando estar programado a realização dentro dos próximos dias de um seminário onde será marcada a estaca zero nesse sentido.

Considerou que o governo está a ter um melhor controlo da “coisa pública” e da acção dos agentes do Estado, tendo ainda acrescentando que o projecto de diversificação inclui todos os sectores e irá trazer um outro alento à economia.

O governador de Benguela reconhece entretanto que ainda há muito por fazer, sobretudo nos sectores sociais como Educação e Saúde, onde ainda há défices gritantes.

“Todos somos poucos para melhorar Angola e é esta mensagem que nós temos estado a passar”, salientou, ressaltando ser preciso que as pessoas cumpram com as suas obrigações com sentido patriótico.

O governador apelou, por outro lado, a contribuição da igreja Maná e de outras denominações religiosas, enquanto parceira do governo, para a materialização do firme propósito das autoridades de melhorar o bem-estar dos angolanos.

Já o apóstolo Jorge Tadeu congratulou-se com o grande salto económico que Angola deu ao longo destes anos e pediu que o povo esteja de mãos dadas com o novo Presidente da República, cuja dinâmica está a abrir portas ao resto do mundo.

Loading...
Input your search keywords and press Enter.

Com um gosto você fica por dentro de tudo