Comandante provincial reitera tolerância zero contra a gasosa, impunidade e arrogância na corporação.

A Polícia Nacional (PN) de Angola expulsou três agentes acusados de corrupção na província do Namibe

Eles foram acusados de crimes de extorsão e burla aos cidadãos, traduzidos nas promessas de falso emprego, em que os visados das burlas queixaram-se de terem pago avultadas em dinheiro.

No acto de expulsão realizado na quarta-feira, 20, o comandante provincial do Namibe da PN, Comissário, Alberto Sebastião Mendes “Limão”reiterou tolerância zero contra a corrupção, a gasosa, a impunidade e a arrogância na corporação.

O comandante “Limão” aproveitou a ocasião para apresentar ao efectivo policial o novo comandante municipal do Namibe superintendente-chefe Tomás Carlos de Oliveira” Santinho” que foi director dos Recursos Humanos do Comando Provincial do Namibe da corporação.

Entretanto, hoje agentes reguladores do trânsito do comando provincial do Namibe destacados ao longo dos postos policiais da estrada 280, troço Namibe-Lubango, foram acusados de terem extorquido três mil kwanzas a cada um dos 10 mototaxistas que escolheram passar o Natal na cidade do Lubango.

Incentivados pelas recentes declarações públicas do novo comandante geral da policia, o comissário geral Panda, os visados denunciam e assumem mostrar em fórum próprio os supostos agentes corruptos.

Loading...
Input your search keywords and press Enter.

Com um gosto você fica por dentro de tudo