A De Grisogono, que recentemente vendeu em leilão, realizado pela Christie”s, em Genebra, Suíça, uma jóia rara e de grande qualidade, produzida a partir do diamante de 404 quilates extraído em 2016 na mina do Lulo, na Lunda Norte, o maior de sempre encontrado em Angola.

O diamante baptizado de 4 de Fevereiro foi vendido pela australiana Lucapa Diamond Company, que é a operadora da mina, onde são sócios a Endiama e a Rosa & Pétalas, a Isabel dos Santos e Sindika Dokolo por 16 milhões de dólares e a jóia produzida a partir dele, com um diamante de 163 quilates (na foto), foi leiloada por um desconhecido por mais de 33 milhões de dólares.

Sobre a recentemente inaugurada loja em Nova Iorque, a presidente da De Grisogono nos EUA, Lisa Klein, citada pela imprensa especializada, explicou que ao “expandir a representação nos EUA, a empresa está a criar uma nova porta de acesso aos exigentes clientes para o mundo da De Grisogono”.

A De Grisogono tem 16 lojas em todo o mundo, incluindo Paris, Genebra e Londres, e a que tinha na mesma avenida nova-iorquina, agora substituída por esta, fechará portas nas próximas semanas. Não foram revelados valores deste investimento.

Recorde-se que a De Grisogono, para além do diamante de 404 quilates extraído do Lulo, foi ainda compradora, como recorda o site Diamonds.Net, do mundialmente famoso diamante “Constellation”, de 813 quilates, em bruto, encontrado no Botsuana pela companhia canadiana Lucara Diamond Corp, por mais de 61 milhões de dólares.