O incidente ocorreu nas proximidades da Escola nº 369, arredores do município do Lubango, cerca das 19:00, quando o acusado se deslocou à residência da vítima para cobrar uma dívida.

Segundo o porta-voz da Policia Nacional na Huíla, superintendente Carlos Alberto, o homicida confessou o crime durante a fase de instrução do processo.

“Durante a fase de instrução do processo, o jovem admitiu que espancou o seu amigo até à morte porque a vítima estava sempre a adiar a devolução dos valores”, conta o porta-voz em declarações ao Novo Jornal Online.

O responsável adiantou que o suposto homicida já foi entregue ao Ministério Público (MP) para a devida responsabilização criminal.

“Foi entregue ao início da manhã de hoje ao MP para responder criminalmente pelo crime praticado”, explicou, salientando, no entanto, que o corpo da vítima foi transportado para o Laboratório de Criminalística da cidade da Huíla, para realização da autópsia.