Histórico do MPLA defende “destituição” de José Eduardo dos Santos do partido

O histórico dirigente do MPLA, Ambrósio Lucoki, foi muito profundo e duro ao referir-se a pessoa de José Eduardo dos Santos.

Para ele, JES deve abandonar, imediatamente, a liderança do Partido, MPLA porque, argumenta, está a criar uma confusão no seio dos camarada e a atrapalhar o trabalho do novo executivo.

Lucoki foi mais longe ao afirmar que JES fez muito mal a este País e o abandonou sem prestar contas à nação, mas, para manter o seu poder foi se esconder no Partido.
Falando em conferência de imprensa, na manhã desta terça-feira, 21, em Viana, Luanda, o político, um dos fundadores do MPLA defendeu, igualmente, a refundação do seu Partido sob pena deste evaporar, rematou.

“O MPLA tem dificuldades em apresentar projectos realizáveis e com eles resolver os problemas dos cidadãos, daí que pode ter, no futuro, problemas de continuidade.
Questionado sobre se entende que se deve responsabilizar, criminalmente, JES, pelos crimes que cometeu, segundo ele, Lucoki disse: – este é um problema da justiça. Se a justiça for isenta, trabalhar com cabeça tronco e membros pode responsabilizar a ele e seus Próximos que levaram o País a uma crise sem precedentes, sublinhou.

De recordar que Lucoki abandonou nas vestes das últimas eleições o comité central dos camaradas por entender que o mesmo não servia o fim com o qual foi criado.

Por_ Vasco da Gama

Loading...
Input your search keywords and press Enter.

Com um gosto você fica por dentro de tudo