A notícia, assim como ela acontece
Image #: 21003915 epa03561008 A file photo dated 27 August 2012 shows Isabel dos Santos posing and making the V sign in Lobito, Angola, 29 January 2013. Isabel dos Santos, the oldest daughter of the Angolian President, is a business woman and investor, and, according to Forbes Magazine's recent calculations, she is Africa's first female billionaire. On top of her interests in oil and diamonds, she has significant shares in telecommunications, media, retail, finance and the energy industry, both in Angola and in Portugal. EPA/PAULO NOVAIS /LANDOV

Comunicado de imprensa de Isabel dos Santos

Comunicação

1. A partir deste momento, deixei de desempenhar o meu papel de presidente do conselho de administração do Sonangol, e gostaria de agradecer a todos aqueles que me confiaram a responsabilidade de restaurar a empresa de combustível da nossa nação.

2. A minha gratidão aplica-se particularmente aos meus colegas do conselho de administração. Sinto-me honrado por ter liderado uma equipa com tanto talento, profissionalismo e valores.

3. Muitos de vocês deixaram as carreiras anteriores em algumas das mais prestigiado companhias petrolíferas internacionais para trabalhar na restauração de Sonangol, durante uma época de extrema incerteza. E, por isso, eu-te pelo teu sentido de responsabilidade altamente desenvolvido, o teu altruísmo e o teu compromisso. Não poderia ter desejado uma melhor equipa para liderar o sonangol através de circunstâncias tão difíceis.

4. Os meus agradecimentos também vão a todos os trabalhadores sonangol. Em conjunto, em poucos meses, conseguimos não só reequilibrar as contas da empresa, mas também pôr termo às práticas prejudiciais do passado. Ao fazê-lo, também fomos capazes de implementar uma verdadeira cultura empresarial planeada em torno de valores fundamentais, incluindo um sentido de responsabilidade colectiva e individual, excelência na execução, respeito mútuo e um forte espírito de equipa.
5. Deve também ser dada uma atenção especial aos jovens angolanos que aderiram à nossa força de trabalho, assumindo diversos papéis na nossa empresa. A sua dedicação, competência, valores éticos, visão e empenhamento será o futuro da nossa indústria e da nossa sociedade. Desejo-lhe todo o sucesso e força para o futuro.

6. Também estou grato ao executivo angolano que deu a esta administração uma oportunidade tão grande. Durante o meu tempo, tive o imenso privilégio de testemunhar o seu forte sentido de missão e o rápido desenvolvimento do trabalho a partir do momento em que nós a administração pública. A nossa missão nunca vacilou, apesar de todos os desafios emergentes para a data. Deixamos a companhia com este legado.
7. Em Dezembro de 2015, Sonangol, pela primeira vez na sua história, não tinha sido capaz de cumprir as suas obrigações para com o banco; tinha dívidas pendentes a vários fornecedores; e chamadas pesadas em dinheiro. Em Junho de 2016, a companhia de petróleo estava em um estado de emergência ainda maior, e como indicado pelo Dr. Francisco Lemos, então presidente do conselho de administração, esta companhia nacional estava em um estado de pré-falência.
8. Em consequência do compromisso colectivo e do esforço feito nesta situação crítica, este conselho de administração produziu um conjunto de resultados que não posso deixar de constatar:

– pagamos os 2016 mil dólares em dinheiro.
– nós a dívida financeira de 13 mil milhões de dólares para 7 mil milhões de dólares.
– nós as receitas de 14.8 mil milhões de dólares em 2016 para 15.6 mil milhões de dólares em 2017;
– Identificámos 400 iniciativas de redução dos custos, no valor de 1.4 mil milhões de dólares, dos quais 380 milhões de dólares já foram feitos, e já estão em curso iniciativas para economizar 784 milhões de usd;
– nós a produção de refinaria de Luanda de 50 mil a 60 mil barris;
– Produzimos agora todo o combustível de avião, combustível de avião, auto-Insuficiências para Angola e ter a exportação;
– nós o custo do barril de 14 para 7 DÓLARES.
– continuamos a investir na produção de petróleo e, em 2016 e 2017, investimos 5.6 mil milhões de dólares, a maior parte dos quais, a montante, para garantir a sustentabilidade das futuras reservas de petróleo e de produção;
– nós pôr a fábrica de alng.
– nós a produção de gás em 238 %. Hoje em dia Angola é auto-suficiente na produção de gás botânico.
– nós o gás pela primeira vez.
– começámos a transportar o comboio do Lobito para moxico, tornando-o muito mais rápido, mais barato e mais seguro, ao mesmo tempo que impulsionar o uso da infra-estrutura do país.
– nós nos tornamos os primeiros a transportar combustível e a usar a ferrovia de moçambes.
– e seguindo o nosso lema de: “Não ignorar as pessoas” 400 funcionários e gestores de Angola foram promovidos.
– além disso, identificámos 200 líderes futuros e aplicadas um programa de liderança;
– começámos a produzir electricidade utilizando o gás produzido em Angola;
– em 2015, a sonangol p & P teve um resultado negativo de 859 milhões de dólares.
– em 2016, nós a perda para 256 milhões de usd e, em 2017, haverá um resultado de exploração positivo de 100 milhões de usd;
– em junho de 2017, a dívida das empresas estatais para sonangol
É DE 3 mil milhões de dólares.

9. Também deixamos para o novo conselho de administração um instrumento essencial para a sua gestão: uma reserva financeira para o montante de $ 2 B, com uma data de assinatura prevista para os próximos dias, que irá garantir o pagamento de todo o dinheiro As chamadas relativas a 2017, permitindo-nos, assim, chegar ao fim do ano sem uma única dívida para com os nossos parceiros.
O Conselho de administração cessante garante ao executivo as condições financeiras necessárias para a manutenção dos Activos da Sonangol, abrindo garantias de continuidade e de crescimento para o futuro.
10. Uma Cultura de transparência e de abertura à sociedade angolana também foi implementada em Sonangol, permitindo uma auditoria permanente às acções da equipa de gestão e à direcção desta empresa.

A Sonangol não é uma empresa como as outras; é a espinha dorsal de uma economia nacional e a guardiã do futuro dos nossos filhos. Sinto-me privilegiado por ter contribuído para a reforma e para a melhoria desta grande empresa.
Felicito o novo executivo pelo seu desejo de progredir, de transparência e de eficiência na gestão do bem público. Os mesmos valores permanecem no centro da cultura corporativa que o conselho de administração cessante implementou em Sonangol, garantindo o futuro da nossa empresa.
Desejo à nova equipa de gestão o melhor sucesso,
Isabel dos Santos

você pode gostar também
Loading...

Com um gosto você fica por dentro de tudo