A notícia, assim como ela acontece

Catumbela necessita de mais de 500 professores para 2018

O sector da educação no município da Catumbela, província de Benguela, necessita, para o ano lectivo 2018, de mais 588 professores para juntar-se aos actuais 1.414 para cobrir a demanda escolar.

O sector, com 59.310 alunos matriculados em 2017, tem uma carência de um total de 750 novos funcionários.

O município conta com 43 escolas públicas e sete comparticipadas, das quais 34 do ensino primário, sete secundárias do I ciclo e quatro do II ciclo.

O chefe de repartição municipal, Carlos Tolosso Sapato, que fazia um balanço do sector por ocasião do Dia Nacional do Educador, assinalado a 22 de Novembro, indicou que estão em construção cinco novas escolas, num total de 72 salas de aulas, sendo duas escolas na localidade dos Cabrais (que acolhe deslocados das chuvas de 2015, com 26 salas), igual número na centralidade habitacional do Luongo (42 salas) e uma escola no condomínio Boa Esperança, com quatro salas.

Para Carlos Tolosso, além destas obras em curso, o sector tem definida outras necessidades para o bairro do Luongo, na comuna da Gama, cujo crescimento escolar impõe a construção de escola secundária do I ciclo para suster o elevado número de crianças neste nível de escolaridade, cujos números não avançou.

você pode gostar também
Loading...

Com um gosto você fica por dentro de tudo