Administração do Sumbe tem 60 dias para regularizar Segurança Social

O Serviço Provincial da Segurança Social no Cuanza Sul concedeu, sexta-feira última, 24, 60 dias para a regularização da fuga ao pagamento dos impostos, referentes a 120 trabalhadores despedidos pela Administração Municipal do Sumbe.

Dos referidos trabalhadores, alguns encontram-se em idade de reforma e com dificuldades de serem beneficiados, devido ao facto de a Administração Municipal do Sumbe desencaminhar os valores da Segurança Social e terem três anos sem serem remunerados.

Em declarações à imprensa, a directora dos referidos serviços, Maria Eugênia Neto, confirmou a inexistência de pagamento da Segurança Social dos referidos trabalhadores e concedeu 60 dias para a regularização da situação .

“Toda entidade empregadora deve inscrever os seus trabalhadores, para que os descontos sejam pagos à Segurança Social e confirmo que não estão inscritos”, disse

Maria  Eugénia Neto afirmou haver, ainda, a possibilidade de serem inscritos, porém a Administração Municipal deverá saldar a divida contraída dos 120 trabalhadores.

O porta-voz dos referidos trabalhadores confirmou que MAPTSS enviou o caso para o Tribunal e, por sua vez, notificou a Administração Municipal , aguardando a resolução, caso que já se arrasta desde 2014, sem uma resposta positiva.

Loading...
Input your search keywords and press Enter.

Com um gosto você fica por dentro de tudo