Fado de “luxo” a caminho de Benguela

O festival insere na grelha uma tertúlia para conectar músicos locais ao universo do fado.
A Diva Ary e Anabela Aya são as representantes de Angola, transformando este festival numa grande festa de celebração das culturas angolana e portuguesa.
Ary, pela segunda consecutiva, volta a merecer a aposta e confiança da produção do festival devido a excelente performance realizada na edição anterior.
Anabela Aya, cantora com vários recursos musicais e artísticos, estreia, depois de um convite como reconhecimento do talento demonstrado nos últimos meses, em concertos, e pode uma mais provar a sua qualidade vocal.
Seguindo a tradição, o Festival Caixa Luanda traz o melhor do fado português à capital angolana, num comitiva artística na qual se destacam nomes como Camané, Kátia Guerreiro, Marco Rodriguez, Maria Ana Bobone, Filipa Cardoso e José Gonçalvez.
Após as edições de sucesso do Festival Caixa Luanda, este ano vai ser lançado o Festival Caixa Benguela, a decorrer no próximo sábado, no Cine Kalunga. Benguela junta-se assim a Lisboa, Porto e Luanda, tornando-se na quarta cidade a ser palco do festival.
Os dois eventos, quer o de Luanda quer o de Benguela, estão abertos a partir das 19h30, com atracções e diversas opções gastronómicas oferecidas em “tasquinhas” , que remetem para o universo fadista.
O presidente da Comissão Executiva do Banco Caixa Geral Angola, Fernando Marques Pereira, realçou a “importância do investimento na cultura e afirmou que o Festival Caixa Luanda e o Festival Caixa Benguela vão oferecer ao público dois momentos impares na celebração da música, da cultura e dos laços que unem Angola e Portugal”.

Loading...
Input your search keywords and press Enter.

Com um gosto você fica por dentro de tudo