Os três postos de revenda de combustível da Sonangol, petrolífera estatal, e da Pumangol, estão há seis dias sem gasóleo, e apenas têm feito abastecimento de gasolina, indica a mesma informação.

Segundo o gerente das bombas da Sonangol, do bairro Caculuvale, Wilson Figueira, a falta de gasóleo deve-se ao atraso no reabastecimento de combustível, estando a aguardar que as estruturas centrais enviem o combustível para a província, explicou, citado pela agência noticiosa angolana, Angop.

A falta de combustível, mais concretamente de gasolina, também se verificou em Luanda, devido a um atraso de 24 horas na distribuição de combustíveis, na rede de postos da província de Luanda, por problemas operacionais relacionados com a logística de distribuição”, justificou a Sonangol em comunicado.

Angola é o segundo maior produtor de petróleo em África, com mais de 1,6 milhões de barris de crude por dia, mas a capacidade de refinação nacional é insuficiente, cingindo-se a atividade à refinaria de Luanda, o que obriga à importação de grande parte dos produtos refinados que o país consome. (Notícias ao Minuto)

Loading...
Input your search keywords and press Enter.

Com um gosto você fica por dentro de tudo