Apresentadora de televisão concorre às presidenciais

Ao anunciar a sua candidatura, Ksenia Sobchak disse que a Rússia precisa de uma mudança e que o país está farto da elite política russa.

Além disso, revelou ser apoiante de Alexei Navalny, líder da oposição que foi impedido de concorrer às eleições.

Apesar de se considerar uma voz da oposição, a candidatura da apresentadora televisíva é alvo de várias críticas, e não vindas do Kremlin, que aceitou de bom grado a candidatura, e considerou que esta cumpre os critérios constitucionais.

Ksenia Sobchak é filha de Anatoli Sobchack, antigo presidente da câmara de São Petersburgo e aliado próximo de Vladimir Putin. Além disso, existem mesmo rumores de que o actual presidente é o padrinho de baptismo da apresentadora.

Impedido de se candidatar, Alexei Navalny não vê com bons olhos a candidatura de Ksenia Sobchak, uma vez que teme que esta acabe por ser uma “caricatura” utilizada pelo Kremlin, de forma a passar a ideia de que é possível existir oposição na Rússia.

“Eles precisam de um candidato que seja uma caricatura liberal, uma vez que não permitem  que eu concorra”, afirmou Navalny ao Washington Post.

As eleições presidenciais na Rússia estão marcadas para Março do próximo ano. Apesar de ainda não ter confirmado que se recandidata, é dado como certo que Vladimir Putin vai continuar à frente dos destinos do país.

Loading...
Input your search keywords and press Enter.

Com um gosto você fica por dentro de tudo