“Alerta ao Ministro João Melo”: A MÁFIA QUER TE INJECTAR O VENENO DO CÂNCER / NOTA NEGATIVA A SUA VISITA À TPA.

Para começar os meus/nossos parabéns pelo cargo que já devia ter assumido há bastante tempo, se desde 79 tivéssemos tido uma sociedade regrada e dentro dos padrões normais.

Sabemos nós (a classe) que lhe foi atribuída confiança e responsabilidade pelo homem sério e realmente patriota que agora dirige o país, para reestruturares a Comunicação Social Angolana que neste momento, é o espelho de uma das vergonhas nacionais. Não somos respeitados, não somos credíveis, somos reprimidos e até, negados por quem se manteve no poder todos esses anos, mesmo a governar mal, mas protegidos por nós. Também e de forma mais directa, pelos nossos chefes mais próximos “Os Conselhos de Administração da RNA e TPA” que segundo o PCA a sombra da TPA- Gonçalves Yanjika, eram orientados pela presidência da república, na pessoa, dos Srs Aldemiro da Conceição, José Maria, Copelipa e Manuel Rabelais. Este último, o rotulo dos piores males da nossa comunicação social, incentivador e sustentador do Câncer Malígno que é hoje a TPA e RNA. Somos inimigos uns dos outros, existem grupos formados internamente. Criou-se o sistema de espionagem que sustentam intrigas que iam parar ao Palácio Presidencial e depois retornavam à estes órgãos de comunicação social, com instruções e orientações maquiavélicas dirigidas por Manuel Rabelais, consentidas pelo Aldemiro da Conceição.

Temos confiança em si Dr Melo para desfazer este ciclo mafioso de betão armado criado pelos malfeitores já citados que comandavam a distância Os PCAs e estes por sua vez, todo conselho de administração. Primeiro, por serem pessoas incompetentes e de extrema conveniência para fazer tudo. Mas tudo mesmo que lhes era mandado-termo certo-mandado. Autenticas marionetes. Tão ignorantes que, aceitavam, Saquear o Estado, Sabotar as estruturas dos Orgãos de tutela para se beneficiarem individualmente, Criavam e Sustentavam a intrigar para Dividir para Melhor Reinar, submetendo profissionais competentes a maus tratos, discriminação, abandono e bofiados por olhares e dizeres intriguistas já intruidos em troca de favores com promessas de serem promovidos mesmo na ignorância. Instigavam Seres Humanos à Raiva, uns contra os outros. Retiraram o Contencioso do Gabinete Jurídico a revelia para que o trabalhador passasse só a ser condenado, uma vez que assim, perde o direito a defesa. O gabinete Jurídico, só atende o Conselho de Administração. Veja só a injustiça Dr Melo. Isto até parece anedota.

Sr Ministro João Melo, faça uma leitura séria disso e investigue. As pessoas existem, as instituições e os dados também. Porquê que o Arlindo Macedo, Amilcar Xavier, Joaquim Gonçalves, nunca tiveram cargos nos mandatos do Sr Rabelais? Só para dar referencias de alguns. Quem é o Henriques dos Santos para dirigir a RNA? Centenas de pessoas com capacidade intelectual superior a dele e da sua capataz, a Perpétua Cabral, irmã da esposa principal do Rabelás que controlava tudo. Mas tudo mesmo da RNA, sobretudo, os dinheiros e até, as Desordens. A PCA a Sombra.

Como a dupla da TPA, Helder Barber- PCA só administrativo (dos dinheiros) e Gonçalves Yanjika, alcunhado de Demónio, PCA da Desordem que não deixava de evocar os nomes de Copelipa, Aldemiro e Rabelás como seus mandatários com o objectivo de intimidar, fazer e desfazer tudo, a seu belo prazer. Até as nomeações e aumentos salariais, eram decididos pelo Yanjika.

Sr Ministro Melo, não se fie nesta gente, se não, o caldo vai entornar nos seus pés e serás rejeitado por toda classe. Afinal, já estamos na era da abertura, o próprio Presidente da República João Lourenço, disse que quer uma comunicação social que critique as acções do executivo.

Vamos às estatísticas:

O antigo presidente da república, JES, havia decretado ainda em Março/17 aumento salarial. Consulte as folhas de salário da RNA e TPA de antes e apôs Março a ver se acrescentaram algum Kwanza a alguém. E há jornalistas com o salário de 70 mil KZs que nem chega para pagar o transporte mensal de ida ao serviço durante o mês. Mesmo, já sem comer, nem poder pagar as propinas de 1 ou 2 filhos no ensino médio.

Ainda no consulado do ministro Abraão Gourgel, quando o Sindicato da RNA na pessoa da Luísa Rangel e Paulino Bueco fizeram chegar esta aflição ao antigo Ministro da Economia que por sua vez faria seguir o processo ao ex Vice-Presidente Manuel Vicente, comentou-se que se constatou que existiam duas folhas de salário. Uma interna para RNA com o salário real e outra para as ordens de saque no Ministério das Finanças em que a média dos salários rondavam os 350, 450 Kzs, tal como o Jornal de Angola em que o salário do pessoal de limpeza é de 100 mil KZs.

Mas se o caso, andou, foi só parar até ao Engº Manuel Vicente e mesmo com a constante insistência do sindicato, o caso ficou em aguas de bacalhau pelo braço de ferro do Sr Aldemiro da Conceição que acobertava o Sr Rabelais porque o remanescente destas folhas de salário fantasmas, tinham destinatário. E segundo se soube na altura, é também o caso da TPA. O facto é que os salários são iguais aos da RNA. O patrão era o mesmo, o alcunhado de Jack Estripador.

Sr Ministro João Melo, as instituições e as pessoas existem. Vá ou mande consultar. Não perca tempo. Exonere já os actuais Conselhos de Administração da RNA e TPA e nomeia o Arlindo Macedo e Joaquim Gonçalves na RNA, a interinar ou em comissão administrativa e o Amilcar Xavier e Maria Luisa Fançone na TPA. Porque os mafiosos não estão a dormir, estão a apagar provas que os incrimina para tudo recair ao Conselho Administrativo Sucessor.

Quando a Sra Carolina Serqueira foi Ministra da Comunicação Social em substituição de Manuel Rabelás, devido aos desvios deste aos milhões de USD da compra do equipamento para a transmissão do CAN-Angola, ela nomeou para PCA da TPA, o enviado de Deus, António Henriques Dinguanza, o melhor gestor e dirigente da TPA de todos tempos. Este fez milagres em curto espaço de tempo. Mesmo em tempo de crise, porque a corja de mafiosos havia raspado os cofres, o Henriques Dinguanza com os seus elevados conhecimentos de gestão, optou por troca de serviços e construiu um novo Estudio com Redação Central moderna a maneira actual do Ocidente, Reconstruiu o Centro Social, com cozinha e sala de restaurante modernizada e de luxo, com mobília de luxo, contratou o restaurante “Tacho” Que serviu bem e como deve ser e ele almoçava com os trabalhadores, sem mesa reservada, sentando-se onde houvesse um lugar disponível. Com a entrada em funções do actual conselho ainda os instruídos de Rabelais que deixaram de pagar o Tacho com o propósito de correrem com os homens indirectamente e gerirem a maneira deles: peixe frito com arroz sem molho constantemente e com atrasos constantes e sem higiene. E a custos muitíssimos superiores aos do Henriques Dinguanza. Alguma coisa não está certa aí.

O Henriques Dinguanza como bom gestor e honesto que é optou pela contenção de gastos e nisto descobriu que a TPA gastava mensalmente acima de 100 mil USD com o abastecimento de água por camiões cisternas pertencentes ao grupo de saqueadores. Afinal a TPA tem agua corrente da rede da EPAL, a mesma que abastece a Maianga e a Cidade Alta e os Mafiosos, os mesmos (antes na Comissão de Gestão e agora na PCA) tinham mandado fechar para poderem fazer a roubalheira.

O Henriques Dinguanza que nunca tinha pertencido a nenhum órgão de comunicação social, antes de ir a PCA da TPA, ficou a saber que a TVC, é a área de publicidades da TPA mas que servia interesses só de um grupo entre os quais, o José Guerro, Manuel Padrão e os cabecilhas do Palácio. Imediatamente exigiu que toda arrecadação de receitas da TVC fosse depositada na conta da TPA. E assim se cumpriu. A TVC, arrecada centenas de milhares de USD mensalmente e o cofre da TPA nunca tem dinheiro? As vezes nem para produtos de higiene, tonel para a impressora da redacção central, Nem para internar um trabalhador do carro de exteriores com mais de 20 anos de casa?

Pergunte-se Sr Ministro, para onde vai este dinheiro? O Henriques ainda vive e tem dados evidentes. Aqui tem o telemóvel dele para consulta-lo 923 300 105.

O Henriques Dinguanza também pôs ordens nas instalações da TPA Camama que mais parecia uma empresa portuguesa do que TPA. Porque o Sr Rabelais e o conivente do Sr Helder Barber, fizeram uma espécie de oferta da TPA Camama à Semba Produções. O mesmo se passa com o Canal 2 da TPA. Os filhinhos pediram o brinquedo, privatizaram e foi-lhes dado. Mas os trabalhadores são da TPA 1 e recebem salários da TPA 1. Do estado portanto. Os equipamentos são adquiridos com os fundos do estado. As despesas como energia eléctrica e outras, são com os fundos do estado e segundo se comenta, ainda têm direito a uma verba do OGE, igual ou superior a TPA 1 do estado. Até o estúdio é o anulado Centro de gravações da RNA. Então? A Semba que assuma os seus próprios encargos, ou retira-se o que é do estado a Semba. E desta forma aumenta-se o salário e as condições dos trabalhadores da TPA 1 – estado que muito deram pelo país.

Sr Ministro João Melo, comenta-se a boca cheia e pelo próprio que a TV Palanca é do Henriques dos Santos PCA da RNA. Informe-se e certifique-se de que com que fundos ele criou esta Televisão e como a sustenta. Apesar de que sabe-se a olho nu que o canal é do patrão dele. Há de ver que é mais um meio com o qual desviam os fundos públicos e prejudicam o estado e quem paga o IRT- imposto de rendimento de trabalho todos meses. E vá verificar também se o Sr Rabelais, já repôs os nossos fundos de pensão que haviam desaparecido quando ele foi ministro e a presidência da republica da era da corrupção, assumiu repôr. Se não, estamos tramados, depois de 30 anos a dar no duro, na velhice não teremos pensão de reforma.

E confirme também junto do Ministério das finanças se nos foi retirada a verba de assistência médica e medicamentosa e para onde tem ído parar este dinheiro.

ENTÃO SR MINISTRO? AS INSTITUIÇÕES E AS PESSOAS ONDE E DE QUEM PODE IR BUSCAR PROVAS EXISTEM. NÃO TEM MUITO QUE ESPERAR. OU QUER QUE AS CULPAS PASSEM PARA O SEU MANDATO? NÃO CONTE COM O JOSÉ GUERREIRO, MANUEL DA SILVA NEM O NELSON ROSA, SÃO O INICIO DO ACTUAL MAL DA TPA A PARTIR DO CARLOS CUNHA. O MESMO NA RNA, SEBASTIÃO LINO, ADALBERTOS ETC.

POR OUTRO LADO SR MINISTRO JOAO MELO, O PARTIDO DEVE PREOCUPAR-SE COM OS SEUS MILITANTES, LÁ NOS COMITÉS DE ACÇÃO E NÃO PARA CRIAR O NEPOTISMO, AMIGUISMOS E COMPADRIOS. ISTO FOI O QUE DEGRADOU O PAÍS. NOTA NEGATIVA, A SUA VISITA À TPA. AGORA É TEMPO DE MELHORAR O QUE ESTÁ BEM E CURRIGIR MESMO O QUE ESTÁ MAL. SE NÃO, NÃO HAVERÁ MAIS VOTOS NAS PROXIMA ELEIÇÕES GERAIS. MAS O SR FOI A TPA E SO SE DIRIGIU AOS EXPLORADORES DOS OPRIMIDOS. QUEM GARANTE AS 24 HORAS DE EMISSÃO, SÃO ELES POR ACASO? NÃO. SÃO OS EXPLORADOS E OPRIMIDOS. JÁ ESTAMOS NA INCERTEZA SE NOS CONVEM OU NÃO TE-LO A FRENTE DO MINISTÉRIO. MAS VER PRA CRER PORQUE APESAR DA FALHA DA VISITA À TPA, TALVEZ POR NÃO SABER DA VERDADE, VAMOS AGUARDAR PELOS SEUS PRÓXIMOS PROCEDIMENTOS. JÁ NÃO LHE FALTAM (CHAMADAS DE ATENÇÃO) ALERTAS.

VAMOS CONTINUAR A CONFIAR EM SI ATÉ HAVER MOTIVOS PARA O CONTRÁRIO. ESTAMOS CONSIGO Dr MELO, NÃO QUEBRE A NOSSA CONFIANÇA E A DO PRESIDENTE DA REPÚBLICA JOAO LOURENÇO EM SI. EXITOS”.

Loading...
Input your search keywords and press Enter.

Com um gosto você fica por dentro de tudo