A notícia, assim como ela acontece

Veteranos do MPLA pedem demissão da governadora de Cabinda

Prometem manifestar-se se suas reivindicações não foram atendidas até o dia 15

A pouco mais de um mês das eleições gerais em Angola, a crise no Comité Provincial do MPLA em Cabinda parece agudizar-se.

A contestação à liderança do partido ganha corpo a insatisfação pela actual situação de Cabinda parece subir de tom no seio dos “camaradas”.

O grupo dos antigos guerrilheiros do MPLA é um dos movimentos contestatários dentro do partido com os seus integrantes a queixarem-se de terem sido abandonados e maltratados pelo partido no poder.

Para eles, Cabinda está desgovernada por causa de “um grupo de oportunistas que saqueia e desvia o património público com o beneplácito do grupo de acompanhamento do Bureau Político do MPLA”.

Por isso, prometem realizar uma manifestação se as suas reivindicações não forem resolvidas ate ao dia 15 de Julho e apontam o dedo à actual secretária do MPLA e a governadora Aldina da Lomba Catembo.

Os veteranos da pátria vão mais longe e pedem a destituição de Catembo como forma de salvar a imagem do MPLA nas eleições gerais de Agosto.

Os antigos guerrilheiros reclamam também o seu património.

você pode gostar também
Loading...

Com um gosto você fica por dentro de tudo