Now Reading:
Petro retira campeão do comando da prova

Petro retira campeão do comando da prova

Naquela que foi a última partida em atraso da prova, no caso referente às 20ª jornada, os petrolíferos do Eixo Viário às ordens do hispano-brasileiro Roberto Bianchi procuram, muito cedo, limitar a movimentação dos aviadores orientados pelo angolano Paulo Saraiva, de modo a evitar surpresas desagradáveis.
A primeira parte foi dominada pelo Petro de Luanda, enquanto na segunda o ASA apareceu mais forte e conseguiu equilibrar o jogo, passando a pisar mais vezes terrenos ofensivos, facto que causou algumas situações embaraçosas ao adversário.
Tiago Azulão e Carlinhos marcaram os golos dos tricolores. Bena reduziu para os aviadores, já no período de compensação do tempo regulamentar.
Apesar do banco do Petro reclamar um penalti, já quase próximo do intervalo, o árbitro Paulo Sérgio, da província da Lunda-Sul, teve um trabalho regular e sem influência no resultado.
Bianchi exaltou a qualidade demonstrada pelos aviadores: “Tivemos de mudar os nossos conceitos tácticos, para defrontar esse adversário. O ASA joga muito bem o futebol. Sofremos no final do jogo para vencer. O importante foi ter conseguido os três pontos”.
Embora agastado com a derrota, Saraiva elogiou o empenho dos seus pupilos e agradeceu o apoio da direcção do clube.
“Deu para perceber que o ASA está vivo. A nossa direcção tem feito tudo para ultrapassar os problemas”, destacou o treinador.
O desafio foi remarcado pela FAF, por força da cedência de sete jogadores do Petro aos Palancas Negras, na última eliminatória de apuramento para a fase final do Campeonato Africano das Nações (CHAN), a ter lugar no Quénia, em Janeiro. Angola garantiu a terceira presença na prova.
A  jornada foi marcada pelo triunfo do Progresso Sambizanga sobre o seu confrade da Lunda-Sul, por falta de comparência no Estádio Municipal das Mangueiras.

Loading...
Input your search keywords and press Enter.

Com um gosto você fica por dentro de tudo