O negócio milionário do general e governador do Cunene, Kundi Paihama

A Plurijogos, empresa que detém o Casinos de Angola, do general na reserva e governador do Cunene, Kundi Paihama, em parceria com o executivo vai controlar e trazer a ribalta os jogos totoloto, totobola, lotaria, raspadinha e o “Angomilhões”.

A parceria público-privada autorizada por despacho presidencial no passado mês de Junho, torna a Plurijogos segundo o Novo Jornal “bem posicionada para assumir a maior participação privada na constituição da entidade de interesse público.”

Segundo o despacho, a Plurijogos terá 55% de capitais, ao passo que o Estado terá 45%.

Esta parceria entre a Plurijogos e o executivo, surge numa altura, segundo fontes da Angola-Online, em que são expulsos alguns trabalhadores dos Casinos de Angola, por causa da crise económica que assola o país.

Fonte: Novo Jornal

Loading...
Input your search keywords and press Enter.

Com um gosto você fica por dentro de tudo