O Mérito de Samakuva – Nelson Sul D´Angola

Durante os 15 anos de liderança, Samakuva esteve à altura dos desafios do País. Devia, claro, ter arriscado mais. No entanto, olhando para o nosso contexto político, é caso para dizer ele fez o que pôde. Hoje, porém, pode ser incompreendido por não ter tomado medidas mais contundentes contra os resultados eleitorais, mas amanhã será compreendido.

Com a inauguração de um novo ciclo, é irreversível que abandone o “galinheiro” o mais rápido possível. E, do meu ponto de vista, Isaías Samakuva sairia pela porta grande se vier a abandonar a Presidência da UNITA muito antes de José Eduardo dos Santos no MPLA. 13 de Março de 2018, data que assinalará os 52 anos da fundação da UNITA, parece-me a melhor altura para convocar um Congresso Extraordinário, durante o qual poderá ser eleita uma nova direcção para o partido.

Adalberto da Costa Júnior é, julgo, a figura ideal para assumir o cargo. Costa Júnior é a figura mediática dentro do partido do Galo Negro, que mais tem conquistado a simpatia da sociedade, sobretudo entre os que vivem nas zonas urbanas. O único problema terá que ver com as bases do partido. Mas, vendo bem as coisas, talvez venha a ser um ‘não problema’. Bastará o apoio do núcleo duro da UNITA -Samuel Chiwale, Chipindo Bonga, Isaías Chitombe, Samuel Saviemba, Demóstenes Amós Chilingutila, Ernesto Mulato e o próprio presidente Samakuva, só para citar estes, para que a sua eleição seja de facto e de jure.

Com Adalberto da Costa Jr., Presidente da UNITA,

Rafael Sakaita Savimbi, deve ser captado para o cargo de vice-Presidente;

Raúl Danda, assume o cargo de secretário-geral da UNITA;

Claúdio Silva, porta-voz da UNITA – tem retórica e está subaproveitado na Comissão Nacional Eleitoral;
Alcides Sakala, secretário para Relações Exteriores;
Mihaela Webba, presidente da Bancada Parlamentar;
David Mendes, vice-presidente da Bancada Parlamentar;
Elsa Pataco, Secretária-Geral da JURA (deverá concorrer para ser eleita).

Loading...
Input your search keywords and press Enter.

Com um gosto você fica por dentro de tudo