Chivukuvuku “busca terreno” na Lunda Norte

O candidato da CASA-CE a presidente da República, Abel Chivukuvuku, seguiu hoje (terça-feira) para a província da Lunda Norte, onde vai trabalhar durante três dias na caça ao voto, no âmbito da campanha eleitoral, aberta a 23 de Julho.

Nesta circunscrição do norte do país, o cabeça de lista da única coligação concorrente às eleições gerais de 23 de Agosto vai interagir com os munícipes do Cuango (dia nove) e das localidades de Cafunfo (dia 10) e do Dundo (dia 11), seguindo, de imediato, para a província do Bié.

Da agenda do líder da terceira força política do país, segundo apurou a Angop, constam comícios, mobilização porta a porta, marchas, encontros com entidades locais e palestras, tudo isso incidido na apresentação do Programa Eleitoral da CASA-CE, para o quinquénio 2017-2022.

Os bairros periféricos e os mercados têm sido o alvo de Chivukuvuku, que abriu a sua campanha na província da Huíla, passando depois pelo Cunene, Namibe, Benguela, Cuanza Sul e Luanda, esta última em que encerrará a mesma com um “mega” acto de massas.

A Convergência Ampla de Salvação de Angola foi o quarto concorrente mais votado a nível da Lunda Norte, nas eleições gerais de 2012, com um total de três mil e 849 votos, correspondentes a 1,82 porcento dos 210 mil e 933 votantes locais, que elegeram cinco deputados para o MPLA.

Nesta praça, tida como “bastião” do PRS, o partido no poder foi o grande vencedor com 153 mil e 120 votos (72 porcento), seguido pela UNITA, com 27 mil e 798 votos (13,17 porcento) e do Partido de Renovação Social (PRS), com 21 mil e 242 votos (10.07 porcento), num acto em que votaram localmente 227 mil e 812 eleitores.

A CASA-CE conseguiu eleger oito deputados neste último pleito, fruto dos 345 mil e 589 votos obtidos, correspondentes a seis porcentos dos seis milhões, 124 mil e 669 votos totalizados, num pleito ganho pelo MPLA, com quatro milhões, 135 mil e 503 votos (71,84 porcento), seguido pela UNITA (18,66 porcento).

Para as eleições de 23 de Agosto, a Lunda Norte registou 336 mil e 692 eleitores, o que corresponde a 3,6 porcento do total da população habilitada a votar, a nível nacional: nove milhões, 317 mil e 294 eleitores.

você pode gostar também

Loading...

Com um gosto você fica por dentro de tudo