Vice-Presidente angolano vai a julgamento acusado de corrupção

O vice-Presidente Angolano, Manuel Vicente, vai mesmo ser julgado por suspeita de corrupção e branqueamento de capitais.

A decisão foi divulgada esta quarta-feira.

A “Operação Fizz” investigou o recebimento de contrapartidas por parte do magistrado do Ministério Público Orlando Figueira, suspeito de favorecer interesses de terceiros, em dois processos.

Orlando Figueira está acusado de corrupção passiva, branqueamento de capitais (em coautoria com os outros três arguidos), violação de segredo de justiça e falsificação de documento (em coautoria com os restantes arguidos).

O vice-Presidente Angolano, Manuel Vicente, à data dos factos presidente da petrolífera Sonangol, é acusado de corrupção ativa (em coautoria com os arguidos Paulo Blanco e Armindo Pires), de branqueamento de capitais.

Loading...
Input your search keywords and press Enter.

Com um gosto você fica por dentro de tudo