MPLA sai em defesa de Manuel Vicente

Candidato a deputado pelo MPLA Fernando Daniel acusa a oposição de “fazer lobby para manchar a imagem do partido”.

MPLA diz que julgamento de Manuel Vicente visa manchar imagem do partido

O MPLA, através de um candidato a deputado, afirma que o recomeço do processo visa manchar a imagem do partido em tempo de eleições.

A oposição angolana defende que a justiça portuguesa deve efectuar o seu trabalho.

“Não temos nada a nos opor e começa a ficar claro aquilo que temos vindo a denunciar, ou seja que Portugal tem sido não só a lavandaria de angola, mas também um espaço em que dignatários angolanos cometem crimes”, afirma Lindo Bernardo Tito, deputado e porta-voz da CASA-CE.

Por seu lado, Alcides Sakala, deputado e porta-voz da UNITA, entende que este processo é um alerta aos dirigentes angolanos que continuam a apostar na fuga ao fisco e na corrupção dentro e fora do país.

Sakala lembra que esse tipo de processos “não vai acontecer apenas em Portugal mas em todos os países onde há dinheiro desviado de Angola”.

Do lado do partido no poder, o recomeço deste processo “visa tão-somente desviar as atenções dos angolanos em época de eleições”.

O candidato a deputado pelo MPLA Fernando Daniel vai mais longe e acusa a oposição de “fazer lobby para manchar a imagem do partido”.

Daniel considera que “Portugal tem tantos problemas, tanta pobreza, que não deve continuar com a ressaca da colonização”,

Até ao momento nem o Governo angolano nem o gabinete do vice-presidente angolano pronunciaram-se sobre o assunto.

Loading...
Input your search keywords and press Enter.

Com um gosto você fica por dentro de tudo