Benfica pagou serviços de bruxaria para vencer o campeonato

Francisco J. Marques, diretor de Comunicação do F. C. Porto, garantiu, nesta terça-feira, que o Benfica pagou, na última época, mais de 100 mil euros por serviços de bruxaria.

No programa “Universo Porto – da bancada”, o responsável azul e branco leu uma alegada troca de correspondência eletrónica entre Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica, e Armando Nhaga, suposto Comissário da Polícia da Guiné-Bissau.

Nestes emails, segundo Francisco J. Marques, o interlocutor guineense fala na “necessidade de assinar um acordo de prestação de serviços”.

“A temporada 2016/17 pode constituir uma renhida luta pelo titulo de campeão, o que implica uma imperiosa necessidade de celebrar um acordo de prestação de serviços. Assim, compromete-se o primeiro outorgante a pagar ao segundo cinco mil euros em caso de vitória na Supertaça, 100 mil euros em caso de vitória no campeonato, 10 mil euros em cada vitória em jogos da fase de grupos da Champions, 30 mil euros em jogos das eliminatórias e 1000 euros em jogos da Taça da Liga e da Taça de Portugal”, leu Francisco J. Marques, durante o programa.

Depois, o responsável azul e branco avançou com uma conclusão. “Estamos a falar de bruxaria”, garantiu, defendendo que, ao todo, na última temporada, o Benfica terá pago 136 mil euros por estes serviços.

“Nem sei o que dizer. Isto põe em causa os jogadores, os treinadores. Anda-se a criar um polvo para quê? Quando o polvo não funciona… De facto vale tudo para ganhar”, rematou, em tom jocoso.

Loading...
Input your search keywords and press Enter.

Com um gosto você fica por dentro de tudo