Presidente da República regressa ao país

O Presidente da República, José Eduardo dos Santos, regressou hoje, segunda-feira, ao país, terminada a visita privada efectuada a Barcelona, Reino de Espanha.

 Apresentaram cumprimentos de boas vindas, o vice-presidente da República, Manuel Vicente, o presidente da Assembleia Nacional, Fernando da Piedade Dias dos Santos, o juiz presidente do Tribunal Constitucional, Rui Ferreira, e outras entidades do governo e da Casa Civil do Presidente da República.
Depois de o ministro das Relações Exteriores, Georges Chikoti ter admitido que José Eduardo dos Santos esteve em tratamento na cidade espanhola, as fontes da Embaixada de Angola em Madrid apenas confirmaram que o Chefe de Estado esteve “de férias”.
No entanto, o Ministério das Relações Exteriores confirmou hoje, depois de intensos e prolongados rumores sobre a sua saúde, que o Presidente da República estava em Barcelona, Espanha, por razões médicas.
Nas últimas horas este é o segundo desenvolvimento sobre esta muito falada deslocação de José Eduardo dos Santos a Espanha e pode ser o culminar de um período de intensos rumores sobre a saúde do Presidente da República, que começaram com uma notícia do site Maka Angola, há cerca de duas semanas, retractando uma alegada grande preocupação da Cidade Alta com o agravamento do seu estado de saúde.
O ministro Georges Chikoti, confirmou hoje pela primeira vez, depois destes intensos rumores, que José Eduardo dos Santos se encontrava em Barcelona por razões de saúde, negando, no entanto, que se tenha tratado de problema cardíacos ou de extrema gravidade.
Falando sobre a estadia de José Eduardo dos Santos em Espanha, o ministro Chikoti sublinhou a ideia de que ter problemas de saúde acontece a toda a gente, procurando retirar o dramatismo que envolveu o estado de saúde do Presidente angolano, que tem 74 anos.
“Há alturas que acontece a toda a gente não se sentir bem, Mas ele (o Presidente da República) esta bem e quando estiver melhor vai regressar ao país”, referiu o ministro que tutela a diplomacia angolana.
Georges Chikoti lembrou ainda aquilo que já é tido como certo mas que nunca tinha sido confirmado oficialmente, que é a visita regular a Barcelona por razões médicas e que é ainda por isso que a sua presença naquela cidade de Espanha “é normal”.
Nesta deslocação regular a Espanha, dia 01 de Maio, no entanto, sucedeu um conjunto de rumores mais intensos que o normal, tendo mesmo corrido nas redes sociais a informação de que tinha morrido, o que levou a sua filha mais velha, Isabel dos Santos, a desmentir publicamente essas #notícias falsas” que disse terem sido criadas por pessoas com “interesse na desestabilização do país”.
José Eduardo dos Santos não tinha, aquando destas declarações de Chikoti, data definida para regressar a Angola.

você pode gostar também

Comentários

Loading...

Com um gosto você fica por dentro de tudo