Isaac dos Anjos vergado pelo Bureau Político do MPLA na eleição de deputados

Empresaria chumbada para as listas de candidatos a deputados pelo MPLA

Posted on Fevereiro 03, 2017, 6:11 am
FavoriteLoadingAdd to favorites 3 mins

Naty Viegas, que esteve na boca de ‘’meio mundo’’ durante algumas horas, vê adiado o sonho da ascensão na política pela porta da casa das leis

Ainda se aguarda que o Comité Provincial do MPLA em Benguela tome conhecimento da lista dos cinco candidatos a deputados, caucionada pelo Bureau Político (BP) na última reunião, mas já se sabe que o 1º secretário, Isaac dos Anjos, viu rejeitada a sua proposta devido a incongruências na observância do princípio da renovação na continuidade.

Com a opinião na expectativa, a data para a apresentação oficial do cinco inicial parece irrelevante quando analisado o que observadores atentos aos bastidores chamam de vitória de Eduarda Magalhães, contestatária do também governador provincial, conforme ficou patente na conferência de renovação de mandatos.

Afastada à primeira, Eduarda Magalhães, membro da Comissão Executiva do CPP, terá feito jus ao estatuto de ‘’peso pesado’’ junto da estrutura central, que tratou de desautorizar o proponente e os ‘’camaradas’’ que o apoiaram na feitura do fato à medida dos seus intentos.

Da lista proposta por Isaac dos Anjos, salta, segundo fontes digas de crédito, também a jovem empresária Naty Viegas, sugerida pelo seu pai, Carlitos Viegas, o homem da pesca na Baía Farta, que alegou falta de tempo para as exigências de uma legislatura.

Este foi, de resto, o expoente máximo das intrigas palacianas que caracterizam momentos de eleição para posições que servem de trampolim para a ascensão política na ‘’grande família’’.

Diz-se, pois, que Naty Viegas, membro do Comité de Especialidade de Empresários e Empreendedores, emitia já sinais de enorme satisfação. A verdade, porém, é que vê adiado um sonho quase alimentado pelo seu progenitor, um empresário que não olha a meios quando tiver de investir em obras para o seu partido e no apoio à administração pública.

Continua a ‘’chover’’ muita informação desencontrada, mas é ponto assente que os cinco candidatos caucionados pelo BP não deverão fugir muito – não necessariamente por esta ordem – do grupo formado por Isaac dos Anjos, Veríssimo Sapalo, 2º secretário provincial, Eduarda Magalhaes, Zacarias Davoka e Joaquim Frederico, o ‘’camarada Quinito’’.

Entre as várias fontes consultadas, há quem inclua o nome de Deolinda Valiangula, administradora municipal do Bocoio.

 

Deixe seu comentario