Isaac dos Anjos confirma retirada de José Eduardo dos Santos da corrida presidencial

Posted on Dezembro 11, 2016, 1:42 pm
FavoriteLoadingAdd to favorites 3 mins

O primeiro secretário provincial do MPLA em Benguela, Isaac dos Anjos, defendeu sábado, no município da Baía Farta, província de Benguela, a necessidade de mais unidade e coesão no seio do partido, com vista a vencer os desafios futuros.

BENGUELA: ISAAC DOS ANJOS – PRIMEIRO SECRETÁRIO PROVINCIAL DO MPLA FOTO: JOSÉ HONÓRIO

Isaac dos Anjos, que falava no acto provincial alusivo aos 60 anos da fundação do MPLA, considerou que face ao anúncio do presidente do partido em retirar-se da candidatura à presidência da República e a indicação de novos cabeças de lista para as próximas eleições, os militantes devem unir-se em torno dessa etapa transitória.

“A retirada de José Eduardo dos Santos abre ciclo de transição da liderança que deve passar testemunho sem deixar cair o facho”, disse o dirigente para quem o MPLA deve ganhar com maioria absoluta. Frisou que os militantes propostos pelo comité central já exerceram funções no partido e que todos devem estar unidos para vencer mais essa etapa.

Lembrou que a moção de estratégia do líder, divulgada no Congresso do Partido, traça os caminhos e metas a atingir para a satisfação das condições do povo angolano.

Sublinhou que o MPLA lutou pelo alcance da independência, preservação da unidade e integridade territorial, e lançou as bases para instauração da democracia em Angola.

O MPLA comemora o seu sexagésimo aniversário numa altura em que se vive a crise económica e financeira provocada pela baixa de petróleo, mas o executivo continua a levar a cabo acções prioritárias para o povo angolano.

Adiantou que o Mpla deve transformar esta jornada em reflexão em torno dos esforços do executivo angolano e do seu líder na busca de melhoria das condições de vida dos angolanos.

O acto foi antecedido pela inauguração de um Comité de Acção do Partido na sede municipal da Baía Farta, assim como o lançamento da pedra para construção de outro comité no bairro Kassanji, arredores da vila.

O ingresso de mais de mil militantes nas fileiras do MPLA marcou ainda o acto dos 60 anos do Partido em Benguela, que contou com a presença do coordenador do grupo de acompanhamento do Comité Central para a província, Salomão Xirimbimbi.

Deixe seu comentario