Estados Unidos vão enviar mais 200 militares para a Síria

O secretário da Defesa norte-americano, Ash Carter, disse hoje que os Estados Unidos vão enviar mais 200 militares para a Síria para apoiar as forças locais que combatem o grupo terrorista Estado Islâmico em Raqa

As novas tropas, que incluem forças de operações especiais, vão juntar-se a outros 300 militares dos EUA que já estão na Síria, onde fazem missões ligadas ao recrutamento, organização, treino e aconselhamento dos combatentes locais do Estado Islâmico.

Carter afirmou que os 200 novos militares vão ajudar as forças locais na ofensiva em Raqa, que funciona como a capital ‘de facto’ do autoproclamado Estado Islâmico.

O secretário de Estado norte-americano, que falava numa conferência no Bahrein sobre defesa, disse que o Presidente dos EUA, Barack Obama, aprovou este novo contingente para a Síria na semana passada.

“A combinação das nossas capacidades com as dos nossos aliados locais tem estado a esmagar o EI”, afirmou Carter.

A aliança curdo-árabe na Síria, apoiada pela coligação internacional dirigida pelos Estados Unidos, desencadeou em 05 de novembro uma ofensiva destinada a retomar aos extremistas a sua “capital”. Já controla diversos setores em redor de Raqa, mas ainda não entrou na cidade.

Deixe seu comentario