Não é só no rosto. As máscaras de cabelo também fazem magia

Posted on Dezembro 08, 2016, 3:36 pm
FavoriteLoadingAdd to favorites 5 mins

Independentemente do tipo de cabelo que tenha, textura, comprimento ou cor, não há fios que não beneficiem com o uso de uma máscara. E mesmo que tenha a certeza que não faz nada que possa danificar o seu cabelo, acredite, faz — e provavelmente nem se apercebe. Há gestos aparentemente inocentes, como secar com a toalha ou usar o cabelo apanhado regularmente (veja outros gestos neste artigo), que vão danificando e enfraquecendo cada vez mais os fios.

Não devendo nunca ser confundida com o condicionador, a máscara é exatamente a arma de eleição para ajudar a reparar os danos causados por todos esses gestos inocentes, pelo uso de produtos químicos, pelo próprio ambiente que nos rodeia e até pela genética (há quem tenha, simplesmente, cabelo mais sensível).

Como funcionam as máscaras?

Tal como as máscaras de rosto, as de cabelo também têm ingredientes mais potentes que conseguem repor a hidratação nos fios, ao mesmo tempo que ajudam a criar uma camada de proteção. Enquanto os condicionadores funcionam como finalizantes da lavagem (fazendo uma hidratação externa e deixando os fios macios para serem penteados), as máscaras atuam internamente, penetrando no interior dos fios e dando uma espécie de choque de hidratação. É por isso que a sua utilização deve ser pontual (como forma de tratamento uma a duas vezes por semana) e não regular.

Quando o cabelo está saudável, as cutículas permanecem fechadas ao longo do dia e protegem os fios das agressões externas. Isso significa menos frizz, mais hidratação e a própria cor torna-se mais brilhante. Ora perante as agressões diárias feitas por penteados, secadores, colorações, ferros de styling, poluição ou sol, as máscaras ajudam exatamente o cabelo a manter-se forte.

4 coisas que precisa saber

Porque há sempre dúvidas relativamente a este produto, o site StyleCaster reforça algumas ideias:

  1. Todas as pessoas devem usar máscara uma vez por semana. Mesmo que acreditem que o seu cabelo é saudável. O próprio ambiente externo (o vento no inverno ou o sol no verão) é suficiente para danificar os fios.
  2. As máscaras não são todas iguais. É importante ler os rótulos para saber aquilo que está a comprar. Hoje em dia, existem várias fórmulas — há produtos comercializados como máscaras mas que são para uso diário enquanto outras são tão pesadas que devem ser usadas penas uma a duas vezes por semana. Há máscaras para se deixar três minutos e outras que precisam de 15 minutos de atuação. E — o mais importante — há mascaras para manter a coloração, para cabelo seco, para cabelo oleoso, danificado… convém usar a que vai realmente trabalhar nas necessidades dos seus fios.
  3. Pode dormir com a máscara no cabelo. Em fios extremamente secos pode dormir com a máscara (aplicada no cabelo seco), para que fique a atuar durante a noite. Basta aplica-la e cobrir o cabelo com um lenço ou uma touca de dormir. De manhã, lave bem e verá que tem cabelo muito mais macio e hidratado.
  4. Concentre-se nas pontas e não nas raízes. A maioria das pessoas tem tendência a concentrar o produto nas raízes, como se fosse um champô. Mas as pontas são a parte mais frágil do cabelo e é aí que a máscara deve ser acumulada.

Na fotogaleria, reunimos um conjunto de máscaras para cada tipo de cabelo e problema. E para que não tenha dúvidas sobre como usar, quando e como se mistura com os restantes produtos, releia este artigo que escrevemos sobre o “bê-á-bá” dos produtos capilares de banho.

Deixe seu comentario

6 Responses to: Não é só no rosto. As máscaras de cabelo também fazem magia

  1. Dezembro 24th, 2016

    Thanks for one’s marvelous posting! I certainly enjoyed reading it, you will be a great
    author. I will be sure to bookmark your blog and will come back later
    on. I want to encourage you to definitely continue your great writing, have
    a nice weekend!