Mina do Lulo bate recordes: 59 diamantes "especiais" extraídos em Julho

Posted on Agosto 04, 2016, 8:45 am
FavoriteLoadingAdd to favorites 2 mins

A mina do Lulo, na Lunda Norte, de onde se extraiu o maior diamante de sempre de Angola – com 404 quilates -, encontrou 59 diamantes “especiais” só no mês de Julho, mais seis do que nos primeiros seis meses do ano, anunciou a empresa australiana Lucapa Diamond Company, que explora o campo.

[separator]

Classificadas de “especiais”, por pesarem mais de 10,8 quilates, as 59 pedras extraídas no Lulo no mês passado – contra as 53 retiradas no primeiro semestre do ano – fixaram o número de quilates encontrados num novo máximo: 3.164. Além do recorde de produção mensal, Julho trouxe um recorde diário: 448 quilates, valor que superou até mesmo a produção verificada no dia da descoberta do maior diamante alguma vez encontrado em Angola – de 404 quilates.

Os resultados históricos da mina, divulgados pela Lucapa Diamond Company, estendem-se igualmente à “concentração” das descobertas: 15 quilates por cada 100 metros cúbicos. A companhia australiana adiantou ainda que a última venda de diamantes em bruto rendeu 1,8 milhões de dólares, correspondentes a 905 dólares por quilate.

Segundo a Lucapa, o bom desempenho reflecte o investimento contínuo em novos equipamentos, bem o direccionamento da aposta para o bloco 8, considerado um dos mais valiosos. Recorde-se que, em Maio, a empresa australiana anunciara a injecção de 7 milhões de dólares na expansão da concessão mineira de Lulo, apostando na compra de equipamento de movimentação de terras, veículos para utilização quer nos programas de exploração mineira em aluvião quer em kimberlito, bem como a introdução de melhorias diversas nas instalações existentes.

A Lucapa Diamond Company tem uma participação de 40% na Sociedade Mineira do Lulo, onde actua como operador e tem como parceiros a Endiama, com 32%, e a Rosas & Pétalas, com os restantes 28%.

Deixe seu comentario

56 Responses to: Mina do Lulo bate recordes: 59 diamantes "especiais" extraídos em Julho

  1. Dezembro 24th, 2016

    I am no longer positive the place you are getting your info, but great topic.
    I needs to spend a while finding out more or understanding
    more. Thank you for great info I was in search of this information for my mission.